quarta-feira, 26 de novembro de 2008

Eu to toda estrupiada, é verdade. Cansada, magrela, sem bunda alguma, ando tossindo feito louca mas eu ando muito, muito feliz.
Louco isso, né?
Minha vida deu uma guinada imensa. O que estava lá, caiu pra cá. O que estava cá, evaporou-se no tempo.
Choraminguei um pouquinho, roguei umas pragas boas ( algumas pegaram , outras não), me recolhi mas nunca eu achei que as coisas estavam acontecendo de forma errada. Tá tudo certinho, do jeito que tem que ser.
A música é a minha salvação, sempre foi. Eu tô bem e, assim, eu canto melhor, aquela energia que vem lá da alma, saca? Se eu tô mal, eu faço músicas-catarse, lavo a alma, solto os bichos e, no fim de tudo, a dor se transformou em rima, em arte, em som. Tá tudo certo. Tá tudo lindo!
É, eu tenho uma maravilhosa capacidade de regeneração. Isso eu sei. Mas é a minha natureza de artista que me ajuda nisso tudo.
Não sei o que seria de mim sem a música.
É ela que me aproxima de gente especial. Gosto dos meus amigos talentosos. Admiro eles. Tenho orgulho deles. E esse povo meio doido que me rodeia também me ajuda a segurar meu tranco. E eles seguram essa onda pesada sem bater no meu ombrinho, sem falar amenidades porque eu sou péssima em receber chamego. Fico sem graça. Desconfortável. Velhos hábitos são difíceis de abandonar.
Mas quando eu vejo o talento ou a força deles, ahh, é assim que eles me ajudam.
Cada um com sua arte. Com sua veia poderosa. Uma noite dessas adormeci ouvindo lindos poemas lidos em primeira mão pra mim. Delícia. Outra vez ouvi canções novas e frescas, verdinhas ainda. Presentes pra minha alma. Cada imagem que me oferecem (Juju, você é foda). Vocês não imaginam as vozes lindas que eu ouço aqui mesmo, dentro de minha casa. Meus amigos são fuderosos, são do balacobaco.
Adoro isso.
Adoro isso tudo.
Me perguntam " como você está?"
Poxa, tô ótima, como não ficar assim?
Tô livre, to leve, tô massa!
Tô rodeada de gente da mais alta qualidade.
Porra, isso é muito bom.
Aquela velha história:
" Me diga com quem andas que eu lhe digo quem és.."
Caros amigos, vocês são do cacete, viu?

9 comentários:

Marina F. disse...

Tu é porreta, mulher.
Adoro tê-la na minha vida, você também me dá uma puta força.
Valeo por tudo.
beijos.

Tatiana disse...

queridaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaa

Emerson disse...

Eu to contigo. Sempre.
É só chamar!

Emerson disse...

Eu to contigo. Sempre.
É só chamar!

Morena disse...

Eu gosto de dizer .... Tatiana Rocha é minha amiga !!!!
É uma pela outra. Você é minha irmã escolhida.

Menininha bossa-nova disse...

Fiquei muito triste de não ter podido ir na segunda... acho q a Ju falou, mas depois te explico direito, era muito importante...

Vamos marcar algo logo! Amanhã, que tal?

Beijos!

Menininha bossa-nova disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Ju Hilal disse...

Ô querida,
assim a gente segue, trocando sempre. Um enorme ganha-ganha.
Bendita a hora em que a gente se conheceu.
Você é demais, mulher.
Beijão

Tatiana disse...

Obrigada..emocionei...