sábado, 7 de abril de 2007

Entrevista com o Coelho da Páscoa

Como os pedidos foram muitos e insistentes, retomei as entrevistas no blog. Daqui a alguns dias vai estar lá no Banheiro Feminino, junto com as outras entrevistas que fiz.
Aproveitando a passagem do Coelhinho da Páscoa por minha casa, subi no muro e fiz uma entrevista rápida. Ele ainda agarrava meu gato Hermeto e eu, corroída de ciúme, tentei ser imparcial.

Me conte uma coisa, Coelhinho da Páscoa. Você sempre foi assim, viadinho?
Viado, eu? Eu não sou viado. Eu sou coelho. E quem come não é viado.

Ah, vá. Não é viado. Sei.

Entendo. O que você acha de ser lembrado somente nesta época do ano e de causar tantos mal às crianças já que entope todo mundo de chocolate, arrasa com o regime das pessoas? Como você lida com esta culpa?
Olhe, minha flha, eu não sinto culpa. Come quem quer. Só é gordo quem quer. E só não escova os dentes depois do chocolate quem é burro pra cacete. Eu quero mais é que todo mundo se foda, tô com uma parceria com a Uniodonto e tô fazendo meu pé de meia. Tenho que pensar no meu futuro.

filho da puta interesseiro de merda

O que você acha de ser um mamífero e ter associado à sua imagem ovos? Como se sente?
Me sinto um ornitorrinco. Aliás, quase perdi meu lugar para ele. Só mantive a imagem símbolo da Páscoa porque seria muito difícil as pessoas falarem " olhe o que o ornitorrinco de Páscoa trouxe para voce, meu filhinho". Mas foi foda! Fiquei com medo. Mas, Graças a Deus, passou.

É verdade que pé de coelho dá sorte?
Não para coelhos.

O que você acha das piadinhas que fazem com seu nome? Como aquela que o elefante te usa para limpar a bunda? Sabe qual é?
Sei sim e acho de um mal gosto tremendo. Porque não fazem piadinha com porco-espinho? O elefante metendo um porco-espinho no rabo? Olhe, eu não acho graça nenhuma nessas piadinhas, detesto desenho animado que usa a minha imagem, acho o Pernalonga um chato, Roger Rabbit é um corno manso e eu quero mais que todo mundo vá se foder.

Viu? Viu só o tipinho que leva ovos para a criançada? Sem graça, nojento, vil, cretino, mal-agradecido, ele é...ele é...ele é um bobo! Ai, como eu odeio este coelho!

Levando em consideração que seus olhos vivem vermelhos, me conte: você é a favor da liberação da maconha?
Não. Da maconha não. Eu prefiro a liberação da cafeína direto na veia. Adooooro café. Dá uma estimulada, sabe? Atiça meu lado animal, eu fico doidinho, se eu já era animado para o sexo, com café, então! Fico uma coisa!
Já a maconha eu prefiro que fique na ilegalidade. Gosto do nervosinho que me dá quando eu ataco as plantações. Me ajuda a manter a linha. Mas eu não sou viciado não. Só uso terapeuticamente. Relaxa, sabe? Eu sou igual aquela senhora. Fumo maconha há trinta anos e não sou viciado. E concordo com ela: o que fode com tudo é o papelzinho. Por isso como direto a folha. Meu hálito fica puro e perfumado. Adoro. Chocolate com maconha então! Bolo de chocolate com maconha! Virge, é dos deuses!

Coelho drogado filha da puta.

Sei. Você acha que chocolate é viciante?
Certamente. Deus sabe o tanto de chocolate que eu tenho que entregar nesta época do ano. E cada pai é um aliciante de seus filhos. Adoro isso porque tão cedo não perco essa boquinha.

Cúmplice, tratante, biltre, mequetrefe, larápio, tosco.

Você acredita em macumba?
Não. Não acredito em nada disso.

Ahh ahhah deixa eu colocar teu nome na boca do sapo. Coelho da Páscoa de que mesmo???

Você tem algum patuá?
Não. Já disse, não acredito nisso.

Você gosta de cenoura mesmo?
Adoro. Não posso ver uma.

O que acha desta cenoura linda que eu tenho na mão? Consegue ver?
Cadê? Cadê?

Chega aqui mais pertinho.

Mais pertinho.


Pum. Aí encerrei a entrevista dando uma imensa de uma paulada na cabeça desse depravado, comedor de gato alheio, cortei as quatro patro patinhas, fiz quatro patuás, peguei o couro fiz um tamborim e a carne eu joguei pro cachorros comerem.
Meu gato tá arrasado, não olha na minha cara, eu não tô nem aí, quero mais que ele se foda, porque me trocar por um coelho viadinho é o fim do mundo.
Não. Eu não sou vingativa nem ciumenta.
Eu sou mulher, sabe?
E não tava mesmo a fim de esculhambar meu regime com tanto ovo de Páscoa. Por mim a Páscoa acaba junto com esse coelho de merda.
E o que que foi?
Vai me dizer que você nunca fez uma coisas dessas?
Ah, tá bom. Só eu que sou a louca babante do mundo.
Ciúme de cu é rola, meu filho.
O que foi?
Proterora dos animais?
E Coelho precisa de proteção? Faz um filho atrás do outro, emprenhou meu gato, tenho certeza.
Ah, não quero nem saber.
Ele comeu meu gato, pô!!!

PS: Essa história de tórrido amor está em duas publicaçãos a baixo.
Que vergoha, meu Pai, que vergonha!



13 comentários:

claudia lyra disse...

A imparcialidade no jornalismo é tuda!!! Hahahahahahahaha...

Tatiana disse...

Cláudia
Graças a Deus, eu tenho aquele distanciamento necessário.
E agora, além desse tal distanciamento, um tamborim que é uma beleza!

Ana Paula disse...

esse coelho viado teve o q mereceu.
aliás, sou super a favor q cada um seja recompensado( não importa por quem) de acordo com suas atitudes.... se é q vc me entende...
;)

Taïs Reganelli disse...

me dá um desse que você tomou? rsrsrs. tenho um pouco de medo de você. hahahahaha.

Tatiana disse...

ahahahahahhahahahahah
Meu humor é realmente assustador!

Tatiana disse...

Ana,
AHhahahahahah
Sim, te entendo!
Vc é foda, mulher"

Tatiana disse...

Taïs, eu comi um tal chocolate que esse vadio deixou aqui em casa. Um chocolate com umas coisinhas dentro. Muito bom. Me deixou tão feliz, tão alegrinha. Amanhã levo um pedacinho para você!
HAHAHAHAH

Coroa Charmoso disse...

Só podia ser um Coelho Vesgo. Comeu gata por coelha e ainda levou paulada na moleira.

Tatiana disse...

Coroa Charmoso,
Foi muito pior.Comeu GATO por coelha.Meu gato!
E poderia ter um fim ainda pior. Mas eu, coração bão como sou, não quis dar uma paulada em outra parte do corpo dele.

Artur disse...

Tatiana, pelo visto, você é má feito uma preá. Tudo bem, coelhinho da páscoa é dose, merece uma morte cruenta; talvez, uma empalação. Não, um coelhinho viado ia gostar disso...

Tatiana disse...

Artur,
Má? Eu?
Ele come meu gato, esculhamba a Páscoa e a má sou eu????

Danny Reis disse...

HAHAHAHAHAHA!
Adorei!
Isso mesmo, Tatiana! Pega esse coelho de porrada! :)

Lady Crisálida disse...

Adorei!!rsrs

Me senti vingada, estou de alma lavada!!!Sabia que alguém um dia, daria o trôco sem sair do salto...no Coelho!!!rsrs
Revanche dessa envergadura, só de uma mulher especial como você!!!

Parabéns, pela criatividade rara.