segunda-feira, 7 de julho de 2008

A manhã chegava fria e sorridente. Seus dedos gélidos me tocavam as costelas, me obrigando a sair do quente sono e enfrentar o dia.
O cheiro marrom do café pronto, a manteiga colorindo de sol a mesa da cozinha.
Bom dia toca nas caixas. As canções ainda semi-paridas saltam em nossa volta e sorrimos com suas peraltices. Escorregam por meus lábios, trançam em minhas pernas, saem pelo quintal e sobem pros céus como balões de São João.
Olhar você, poucas horas antes que se vá, é tirar uma fotografia para aplacar a saudade e a falta.
Parte e eu fico aqui, cheia de música, cio, saudade e imensidão.
Parte de mim vai contigo.
Parte de mim um canto só pra você e esperarei sua volta para que suas harmonias cruzem com as melodias que murmurarei quando estiver longe de mim.
Uma parte que aguarda o todo.
Te guardo.
Guardo ainda em mim o som de tua alma e te ofereço os harmônicos suspiros que te sussurram " volte logo, meu amor".

3 comentários:

MARIA DE SANTOS disse...

LINDO, LINDO, LINDO.......

Tatiana disse...

ai, ai
acordei inspirada!

Gisele Lobato disse...

é lindo.