domingo, 8 de junho de 2008

Boca suja, eu?

Sim, sim, sim! Eu tenho boca suja. Meus amigos todos também. É tão comum que nem percebo quando um caralho escapole, um puta que pariu voa pra fora da boca, por isso fiquei muito surpresa quando encontrei uma jovem que além de não falar um único palavrão, se choca quando ouve alguma expressão mais chula.
É claro que desfilei todos os meus palavrões de uma única vez só para ver ela tapar os ouvidos e me olhar como se eu fosse um monstro.
Aí eu percebi que a maioria dos nossos palavrões fazem referência ou aos órgãos genitais e suas proximidades ou a alguma coisa relacionada ao sexo.Continuei na viagem e percebi a quantidade de nomes que nós temos para falar da xoxota e do pinto. Gente, é muito nome! Confira comigo.

Nomes para a tal...
Boceta, buça, xoxota, xota, xereca, perseguida, molhadinha, pomba, pombinha, xavasca, gruta, piriquita, perseguida, filismina, perereca, buçanha, racha, rachada, ximbica, peludinha, peteca (??), pataca, perestróica, prexeca, bacalhau (!), aranha, xibiu, mixirica, babada, barbuda, caixinha, florzinha, pitchuca, fruta, cona, xana, xaninha, tabaca, tabasca, coisinha, tcheca, tchota,... 70-cavalos, áfrica (reference to pubic hair shape), a-mais-pedida, abigail, abocanha-caralho, abraçando-meu-pica-chu, abre-te-césamo, abridor-de-caralho, abrigo-do-bombril, acari-roxo, achô, aconxego-da-piroca, acrobata, aeroporto, aeroporto-de-quibe, aeroporto-de-rolinha, afoga-ganso, afogador, afogador-de-ganso, agasalho-de-pica, agasalho-de-xonga, agasalho-do-joystick, agridoce, aguada, agüenta-toco, aiai, alegria, alegria-ilimitada, aletéia, aliança, alina, alisa-pau, alisa-pica, almofada, almofada-furada, almofadinha-do-prazer, alpargata, alçapão, alçapão-da-felicidade, amante-de-grosso, amansa-cobra, amansa-corno, amansa-macho, amansa-pica, ameba-cabeluda, amiga, amiguinha, amolecedora-de-pau-duro, amortecedor-de-ovo, ana, andressa, anel-da-frente, anel-de-couro, anfitriã, angiova, animal-sangrento, aninha, ana-júlia, apartheid, apertada, apertadinha, apito, apoio-de-cabeça, apontador, aposentos privativos, apresuntada, aputnani, aquela-que-matou-o-guarda, aquela-que-me-endurece, aquilo, aquilo-que-esfola-a-cabeça, arambá, aranha, aranha-fogosa, araponga, arapuca-de-caçar-pinto, arapuca-de-pegar-pinto, arca, arca-conana, ardida, área-de-lazer, areia-movediça, argola, ariranha, armadilha, armadilha-de-cobra, aro, arraia-preta, arranca-toco, arreganhada, arriadora-de-caralho, arrochada (tight), arrombada, arrombadinha, assassina-de-palhaço, assento, astrid, atoleiro, aveludada, azeiteira, b-profunda, baba-rola, babaca, babadeira-do-caralho, babadora, babau, babenta, babona, bacalhau, bacalhau-amigo, bacalhau-assado, bacalhau-mijado, bacalhoada, bacorinha, bacorinho, bacurimba, bacurinha, bacurix, bainha, bainha-de-homem, baitola, baixinha, baladeira, balaio-de-milho, balceira, balseira, banco-de-esperma, banguela, banguela-cabeluda, banguelona, barata, baratinha, barba-cerrada, barba-da-vó, barba-do-bin-laden, barbada, barbiana, barbie, barbuceta, barbuda, barbudinha, barranco-do-morro, barroca (ó), barroca-do-amor, barroxa, bastiana, bate-palma, batedeira, bau-bau, baú, baú-da-felicidade, bebas, beco, beiço, beiçola, beiçolinha, beiçuda, beiçudinha, beju-taiado, bela, belbas, bem-usada, berbela, berbelha, berbigão, bereba, berenice, berimboga, besouro, besteirinha, besugo, beubas, bezona, bi-canal, biba, bibelô-do-papai, bibica, bibil, bibinha, bibirito, bichana, bichinho, bicho-preto, bicho-peludo, bichochota, bichota, bicuda, bife, big-mac, bigaia, bigode, bigodinho, bijóia, bilica, bilongueira, bimba, bimba-grande, bimbinha, bin-laden, birda, bironguina, birosca, birsa, biscaveia, biscoito, bisegre, bisteca, bitiquita, bixana, bixota, bixoxota, biziu, boca-cabeluda, boca-da-loba, boca-da-vovó, boca-de-baixo, boca-de-bicho, boca-de-cabelo, boca-de-encrenca, boca-de-jacaré, boca-de-pele, boca-de-pêlo, boca-de-sacola, boca-de-sapo, boca-de-vampiro, boca-de-veludo, boca-do-corpo, boca-do-enéas, boca-do-inferno, boca-do-jô, boca-do-lula, boca-do-mato, boca-do-mundo, boca-em-convulsão, boca-em-pé, boca-funda, boca-loca, boca-melosa, boca-mucha, boca-peluda, boca-preta, boca-que-baba, boca-quente, boca-sem-dente, boca-sem-dentes, boca-vertical, bocal, boceta, bochechuda, bocuda, bocão, bocó-de-pêlo, boeta, boga, bolacha, bolacha-recheada, bolachuda, bolceta, bolsa-de-valores, bom-bril, bom-que-só, bombril, boneca, boné, boquinha-bonita, boquinha-molhada, borboleta, borboletinha, borburinha, borceta, borrachuda, bota-mangueira, bote, box, bozó, boçanha, braguilha, brasa, braseiro, brasão, braçadeira, braúna, breba, brecha, brecheca, bregueço, brigite (shaved), brinquedinho, brioco, brisda, broca, bronheira, bruculha, bubuca, bubuça, buceta, buceta-de-nóis-tudo, bucetanha, bucetera, bucetilde, bucetinha, bucetinéia, bucetão, bucetão-nervoso, bucetéia, bucetófolis, buceuta, bucha, buchana, buchechuda, buchinha, bucicleide, bucinha, bucleta, bucéfala, budega, buetz, bufante, bulcinéia, buque, buquê, buraco, buraco-cabeludo, buraco-cego, buraco-da-minhoca, buraco-de-avestruz, buraco-de-mandioca, buraco-de-minhoca, buraco-do-siri, buraco-fundo, buraco-liso, buraco-molhado, buraco-negro, buraco-quente, buraco-turbinhado, buraquinho-de-donut, buraquinho-do-amor, buraquinho-doce, buraquinho-inflamado, burzigarga, busanfa, busgreta, bussanha, bustenga, butchaca, butico, buzio, buziu, buça, buçanga, buçanha, buçara, buçarra, bozinha (ó), búzio, cabacinha, cabacinho, cabaça, cabaço, cabeleira, cabeluda, cacetódromo, cachanga, cachimbo, cachorro, cachuleta, caetana, cafeteira, cafofo-particular, caiaia, caixa-de-moleques, caixa-de-pandora, caixa-econômica, caixinha, caixinha-de-ouro, caixinha-de-pêlo, caixinha-de-segredos, caiçara, cajada, caju, cajuda, calígola, camarão, campinho, campinho-onde-a-galera-bate-a-bola, campo-alagado, canal-do-trabalhador, canarinha, caneco, caneco-de-couro, canoa, canoinha, cantaroladora, cantinho-do-prazer, capa-do-facão, capacitor-de-fluxo, capão, capô, capô-de-fusca, capô-de-ka, cara-de-sapo, cara-do-tadeu, cara-preta, caraio-invertido, caramujo, caranguejeira, caranguejo, carequinha, carlota, carlotinha, carne-crua, carne-de-chavas, carne-mijada, carnuda, carolzinha, carrinho-de-cachorro-quente, carteira, cartola, casa-da-porra, casa-de-festas, casa-do-artista, casa-do-caralho, casa-do-periquito, cascata, cascata-dourada, casco-de-veadinho, casco-de-veado, casinha, casinha-de-cachorro, casinha-de-pau, casinha-de-pica, casinha-do-amor, castanha, castelo-do-amor, catarina, catedral-do-amor, catilanga, catrana, caverna, caverna-da-serpente, caverna-do-amor, caverna-escura, caverna-melada, caverna-peluda, caverna-profunda, cavernosa, cavidade-cavernosa, cavidade-escorregal, cavidade-mucosa, caçapa, cebola-quente, ceceta, celeste, cemitério-de-espermatozóides, cemitério-do-cacete, ceta, cetinha, chabonga, chalana, chamelague, chamuscada, chana, chanha, chanisco, chapelaria, charanga, charuto-de-pelo, chassi-de-borboleta, chatinha, chavasca, chavascum-vulvaris-cabeloidea, chaveirinho, chaveirinho-de-cabelo, checheca, chechênia, cheira-caralho, cheiro-de-bacalhau, cheirosa, cheirosinha, cherekin, cherereca, cheroka, chibiu, chica, chincha, chincha , chincho, chineluda, chinin, chinês-caolho, chiquita, chiquitita, chiranha, chiri, chiruba, chixa, chixola, chocho, chochota, chorona, chota, chuarana, chubrega, chuchela, chuchukinha, chulapa, chuleta, chuleta-salgada, chupa-cabras, chupa-chupa, chupa-chups, chupa-cobras, chupa-pica, cicinha, cissinha, cobiçada, cocota, cocozinho, cocó, cofrinho-de-esperma, coisa, coisa-boa, coisinha, coitada, coletiva, colméia, colméia-que-dá-melzinho, comadre, come-pinto, come-todos, comedora, comedora-de-pica, comissão-de-frente, cona, conana, conas, conassa, conaça, conão, concha, conchita, concliz, concriz, conejito, conejo, confronga, conha, conho, conhuda, contra-filé, copa, copinho-de-esperma, copo-de-fazer-milkshake, copo-de-leite, corajosa, coração, coração-de-mãe, corinho, corte-de-navalha, corte-profundo, coruja, cosita, cotota, couve-flor, cova, cova-de-quiabo, cíntiacova-do-defunto, coçadeira, cratera-oculta, cremosa, crespa, crespo, criança, crica, cris, crisinha, crista-de-galo, croca, cu-da-frente, cu-fofinho, cu-larguinho, cu-peludo, cuca, cuia-pra-chá-de-pau-barbado, culpada, cumbuca-de-pobre, cunicha, cunilinga, cururu, cuscuz, cyzinha, danada, danada-de-boa, daniboy, daniela, darcyzinha, dedal, dedicada, delícia-salgada, demais-de-bão, depósito-de-esperma, depósito-de-porra, desbeiçada, descabaçada, descabela-palhaço, descabelada, descascador-de-espiga, descendo-a-ribanceira, desdentada, desejada, desempregada, desgraça-de-macho, despenteada, destroncadora-de-pica, dia-e-noite-no-lambe-lambe, dida, dindinha, dirce, disco, disputada, distinta, dita-cuja, docinho, doidinha, dona-anja, dorinha, duda, el-bigodón, ela, elazinha, elenilda, emengarda, emília, encaracolada, encharcada, encrenca, engata-meu-bem, engate-de-pinto, engenho, engenho-d’água, engole-cobra, engole-espada, engole-pau, engole-quiabo, engole-quibe, engolidora, engolidora-de-espada, engorda-conta, engraçadinha, enroladora-de-croquete, ensopadinha, entra-e-sai, entre-pernas, entrefolhos, envelope-peludo, enxu, enxuga-cabecinha, enéas, erro-de-projeto-(área-de-lazer-próxima-ao-esgoto), esburacada, escolinha-do-careca, esconde-bago, esconde-cobra, esconde-vara, esconde-varas, esconderijo, escondidinha, escorregador-de-rola, escova, escova-da-maria, escovão, escátula, esfiha, esfiha-de-pêlo, esfola-pinto, esfoladora-da-cabeça-do-caralho, esfrega-esfrega, esmaga-pau, esmeril-de-rola, espanta-viado, esperançosa, esponja-de-aço, esporradeira, estacionamento-free, estopa, estranha, estrelinha, eu-quero-é-lazer, eu-tô-maluco, expremedor-de-pica, extinta, fadinha, fagulheiro, faminta, fanico, fatal, faz-me-rir, febra, fedegosa, federal, fedida, fedidinha, fedorenta, fedorenta-do-caralho, feiosa, feiticeira, fenda, ferida, ferida-exposta, ferramenta-de-puta, festa, fica, fidel-castro, fidel-castro (hairy), fifilda, figa, figurinha, filhinha, filé, finca-o-charuto, fiofó, fiu-fiu, flambinha, flavia, flor, flor de maracujá, flor-da-mulher, floresta-amazônica, floresta-negra, floricultura-ambulante, florzinha, fodedoura, foderosa, fofa , fofa, fofíssima, fogosa, fogueira, fonte, fonte-da-vida, fonte-de-ouro, formigueiro, fornalha, forno, frajola, franga, frente, fruta, frutinha, fruto-do-meu-esparro, fruto-especial, fruto-proibido, frítola, fudedor-da-frente, fulana, fundo, furadinha, furico, furingo, furna, furo, fuzilada, fábrica-de-fazer-boneco, fábrica-de-fazer-menino, fábrica-de-goma, fábrica-de-neném, fábrica-de-requeijão, gaiola, galinhineiro, gambá, gamela, ganha-pão, ganha-pão (among prostitutes), garage-a-bites, garagem, garagem-da-frente, garagem-de-piroca, garagem-de-trator, garagem-do-cacete, garagem-do-caralho, garagem-pública, garajinha, garganta-profunda, gaveta, gengiva, gereca, gerimpoca, gerlândia, gertrudes, gigina, gijoka, ginásio, gislene, glosa, goelão, gol, goleira, gomo-de-mexirica, gorbatchov, gorda, gordinha, gorduchinha, gorfadora, gorgonzola, gostosa, gostosinha, gozadinha, graciosa, gramado, grand-canyon, grandes-lábios, grelhada, grelho, grelhuda, grelinho, grelo, greta, greta-do-prazer, greta-garbo, grilo, grogrota, grota, grudenta, gruta, gruta-babadeira, gruta-da-mata-funda, gruta-da-siririca, gruta-do-amor, gruta-do-prazer, gruta-melosa, grutinha, guarda-pau, guardião-do-pau, güelão, guilhermita, guilhotina-de-caralho, gulosa, guloseima, gulosinha, hamba, hopi-hari-do-vizinho, house-of-love, iaiá, ilha-negra, ilustrador, ímã-do-mundo, impregnada, inchu, inferno, ingrata, inha, inhanha, isqueiro, jaca, jadê, jane,-habitat-preferido-do-tarzan, jarra-de-porra, jennifer, joaninha, jogo-rolaentrando, joinha, josefa, josé, judiada, jurupoca, jóia, karininha, katiúscia, katze-(em-alemão), kito, kombosa, kona, korêandu, küsschen, lacraia, laguinho, lalinha, lambedeira, lambedouro, lambisgóia, lance, landinha, lanho, larga, larousse, lasca, lasca-de-cabelo, lascada, lascadinha, lascado, lascão, lasgo, lasguinho, laurinha, lazinho, leandrinha, ledinha, leiteria-de-amor, leitinho-das-crianças, leka, leleca, levanta-astral, levanta-defunto, lilica, lilizinha, lilly, limpa-canudo, limpa-dedos, lindinha, lixa-dedo, lizinha, loba, lobona, loca, lodo-pecaminoso, lolita, loló, loré, lugarzinho-do-prazer, lugarzinho-pra-eu-gozar, luinha, lualuinha, lulu, luluca, luna-park, luva-de-pica, luvinha, luz-no-fim-do-mundo, lábios-de-fêmea, lâmpada-mágica, léia, língua de vaca, língua-de-vaca, macaca, macaquinha, machadada, machucada, madre, mágica, majestade, mal-agradecida, mal-lavada, malandrinha, maleta-de-cego, mama-áfrica, mamãe-eu-quero, mamãe-eu-quero-mamar, mancu, manga-larga, manicure, mantegueira, manteigueira, mapa-múndi, mapoa (among gays), maravilha, margarida, maria-caqui, maria-eugênia, maria-francisca, maria-goreti, mariana, marieta, mariposa, marisco, marisco-da-barra, marisco-de-barra, marisco-de-forquilha, marisco-lambe-lambe, maristela, marmota, maroquinha, marota, marreca, marvada, massa-folhada, mata, mata-atlântica, mata-fechada, mata-homem, mata-homen, mata-palhaço, mata-pica, mata-pinto, mata-seca, mata-virgem, matadora-de-me-nega-te-pega, matagal, maçã, maçã-do-amor, maysinha, mc-lanche-feliz, mealheiro, medidor-de-língua, medusa-entrepernas, meia, meiga, meio, meio-e-meios, meio-de-vida, mela-pinto, meladinha, melequenta, melhor-da-mulher, menina, menininha, meninona, menstruada, mentinha, metamorfose, metedeira, metedor, metelona, metida, meu-bibelô, meu-nome-é-enéas, meu-vinho-meu-queijo, mexilhão, microfone-cabeludo, mictório, migué, mijadeira, mijadeiro, mijador, mijador-de-feto, milagrosa, milinha, mina, mina-de-gozo, mina-de-ouro, mina-de-porra, minha-branquela, mirella, miséria, mixuruca, mocó-de-pêlo, moente, moita, molhada, molhadinha, mona, monte-de-vênus, morada-temporária, moranguinho, morceguinho, mortadela, mosca, motor-fundido, muchacha, mudinha, muqueca-de-pelo, mussalangra, muxibenta, muxibinha, mynha, máquina-de-esfolar-pica, máquina-de-fazer-menino, mãe-da-vida, naninha, nascedouro, navaginas, navalhada, negocim, negócio-certo, nervosa, nhaca, nhanha, nhaça, nhonha, nica, nika, nikita, ninho-de-cobra, ninho-de-piroca, ninho-de-rola, ninho-do-amor, nokia, novagina, noviça-rebelde, nuggets, não-conta-pra-ninguém, nêspera, o-que-japonês-vê-mas-não-alcança, o-trem-querendo, oco, olha (ô), olha-o-rapa!, olho-cego, olho-d'água, olho-de-thundera, olho-mocho-de-camões, ordenhadeira-de-piroca, osama, ostra, ouriço, pachacha, pachada, pachade, pachecha, pachocho, pachucha, pacote, pacotão, palha-de-aço, palhacinho, palhaça, pamonha, pamonha-de-sal, panela-rachada, panocha, pantuá-carnudo, papa-benga, papa-duro, papa-ovo, papa-pau, papa-pica, papa-tudo, papica, papoula, papuda, paquita, paradinha, parafuseta, paranho, pardala, parmesão, parque-de-diversões, parratcha, parreca, partes, passa-cartão, passada, passarinha, pastel, pastel de cabelo, pastel-de-cabelo, pastel-de-carne, pastel-de-carne-mijada, pastel-de-foca, pastel-de-pêlo, pastel-quatro-queijos, pataca, patameco, paxaxa, paxona, paxuxa, paz-do-passarinho, paçoquinha, países-baixos, pecaminosa, pechereca, pedeguéba, peixaria, pelada, peladinha, pelancuda, pelego-furado, pelestroika, peloza, pelozinha, pelucinha, peluda, peluda-do-pai, peludinha, peludona, pelão-doidão, pelúcia, pemba, pencha, penteadeira, pentelhuda, penxa, pepeca, pepeco, pepequinha, pepita, pequenininha, perdigueira, peregrina, perereca, perereca-suntuosa, pererecão, pererinha, perestróika, pericletes, perigosa, periquita, periquita-d'oro, periquita-devassa, periquitinha, periquito, perseguida, perseguidora, peru-no-ponto, peruca-de-pinto, perversa, pesseguinha, peteca, petecão, petequinha, petúnia, pexereca, peçonhenta, pib (for gross internal product), pica-pau, picanha, pichel, pichita, pichoca, pichéu, picirica, picéu, picó, pida, pililio, pilão, pimba, pimenta-do-reino, pimpa, pimpinha, pindamonhangaba, pinguelitas, pinguelo, pinguinhonha, pintassilgo, pinto-invertido, pintódromo, pipa, pipi, pipita, pipiu (child's), pipoca, pirica, pirimpola, piriquita, piriquita-de-ouro, piririca, piscinão-de-ramos, piscinão-do-povo, piscuila, pisirica, pista-de-via-dupla, pistoleira, pit-stop, pit-stop-de-caralho, pita, pitchorra, pitica, pitinha-d'ouro, pitio, pito, pitrica, pituxinha, pitéu, pitó, pixana, pixel, pixerreca, pixilanga, pixirica, pixoca, pixota, pixéu, planta-carnívora, playcenter-peludo, playground, playground-de-esperma, ploncha, plug, pocaroxa, poderosa, poita, polaca, pom-pom, pomba, pomba-rola, pombinha, popica, popoadora, popoca, popola, popota, popotinha, poqrita, por-trás-da-moita, porca-do-parafuso, porontchesca, pororoca, porta-charutos, porta-da-esperança, porta-da-frente, porta-da-vida, porta-de-entrada, porta-do-mundo, porta-pau, porta-pica, porta-porra, porteira, porteira-do-caralho, porteira-do-inferno, porteira-do-mundo, porteira-do-prazer, potranca, pousada-de-caralhos, poço-de-esperma, poço-de-gozo, poço-do-fedor-eterno, poço-do-meu-elevador, poço-dos-desejos, poço-raso, poço-sem-fundo, poção, prazerosa, precheca, prechereca, preluda, prendas, prendedor-de-língua, preta, prexeca, prexela, prexeta, prexexa, prexexeca, priquita, priquito, prissiguida, prochaca, procurada, profana, professora-do-meu-caralho, proibida, protetora-de-pinto, provadora-de-salame, purupupuca, pururuca, pussy, puxuroca, puça-de-pica, pássara, pássaro, pátria-amada, pão, pão-com-mortadela, pão-crioulo, pão-de-cachorro-quente, pão-de-queijo, pão-de-queijo-com-cabelo, pão-de-trigo, pãozinho, pé-da-barriga-lascada, pé-de-barriga, pé-de-boi, pé-de-buceteiro, qualhada, qualhadeira, quase-lá, quebra-pinto, queijinho, quentinha, queridinha-do-papai, quibane, quica, quilha, quiquirinha, quiquiriquinha, quirica, quita, r$-50-(squenta-pau for cock warmer), racha, rachada, rachadum, rachadura, rachadura-peluda, rachazón, racho, , rainha-dos-membros, raja, rala-pau, rala-pica, ralinha, rapadura, rapariga, rasgada, rasgadinha, raspadinha, rastafari, rata, raul-seixas, rebucetéia, receptora, receptora-de-amor, receptáculo-de-esperma, recheio-de-sonho, redonda, reganhada-do-golias, rego, rego-de-mijar, riteca, ritinha, rivinha, rocambole, rocinhas, rodete, rola, rolinha, rolódromo, romária, romã, rorocão, roroquinha, rosa, rosinha, rosquinha, roçadora, rua-sem-saída, rulinha, rêgo-de-mijar, rô, rôsinha, saca-rola, sacha, saco-de-pão, salgadinha, samburá, sandona-da-orgia, sanduíche-de-macho, sanguessuga, sapo, sapão, sararucu-de-pau, saromba, sashimi-mijado, saída-de-filho-da-puta, segredinho, segredo, segunda-língua, segura-peão, selva, sem-ela-eu-não-vivo, sem-ela-não-precisaríamos-de-mulher, sem-lacre, senaita, sendo moer, senta-o-pau, serra-pelada, seta-do-prazer, seção-lazer, seção-privê, shan-gri-lá, sharon, shawasca, sheila, shiranha, shirley, shnozer, sininho, sino-de-igreja, siri, sirica, siriema, sirigaita, sisterna-de-porra, smile, smurfete, snéka, soca-coco, soca-rola, soca-rolha, sofredora, sofrida, sombrancelha-dupla, some-vara, sonho-de-travesti, soquete-cavalar, sorca, sorvete-quente, sovaco-da-perna, spazolla, spazollona, strudel, suada, suadinha, suga-rola, sugadora-de-pinto, supimpa, suprema, sururu, suvaco-de-coxa, suvaco-do-sul, tabaca, tabaco, tabacuda, tabacão, tabaqueira, tacho, taioba, taião, talha-leite, talho, talhão, talibã, tambarerê, tampão, tandera, tapioca, tareco, taroque, tarracho-pau, tarraqueta, tarólis, tatinha, tatu, taturana, taz, tchaca, tchakinha, tchan, tcheca, tchecoslováquia, tchola, tchurranas, tchutchuquinha, tchutchura, teca, telescópio-de-feto, temperada, tempero-de-bigode, tentação, tentação-do-caralho, tentação-do-diabo, teresa, teresa-batista, tereza, terracha, terreno-suado, tesoura, tesouro-de-pirata, testa, testa-alta, testa-larga, testinha-cabeluda, testuda, testão, testão-envergado, tetéia, thequinha, tia, tia-beth, ticha, tichim, tiché, tieta, tigela-com-pêlos, tilidinha, tintim, tira-prova-de-homem, titi, titia-beiçuda, titita, tititinha, tobogã-de-espermatozóide, toca, toca-da-moita, toca-de-cobra, toca-do-coelho, toca-do-palhaço, toca-dos-gatos, toca-dos-pintos, toco-de-amarrar-pica, toioba, tomada, tonha, topa, topetuda, torneadora-de-pinguelo, torta, totonha, totosa, totó, touceira, trave, travesseirinho, trem-que-pula, trenzim-mais-delicadim, trepanzeira, trinca, trincada, triângulo, triângulo-da-bermuda, troca-óleo, truta, tubo-de-conexão, tudo-de-bom, tufinho, tulhufa, tega (ê), túnel-do-amor, túnel-do-prazer, ubuê, ui-ui, urna, ursa, ursinho-de-pelúcia, vadjaina, vagina, vaginaldo, vagineuda, valeta, valeta-de-corrimento, vandinha, vantajosa, vargina, vaso, vaso dianteiro, velcro, vem-que-eu-tô-querendo, venta, vergonhas, viadinha, viela-funda, vira-casaca, virgem-se-o-caralho-for-fresco, virgina, vitaminada, vitrine, vizinha-do-cu, viúva-negra, voracenta, vulva, vão, vão-pro-caralho, xabasca, xamanga, xamangueta, xamituscanosa, xana, xanahana, xanarreta, xandanga, xaneta, xanha, xaninha, xanivalda, xaná, xapoca, xavasca, xaxá, xeba, xeca, xena, xenga, xenonhão, xequeprana, xerea, xereba, xereca, xerecas, xereia, xerelete, xerenga, xerereca, xeretam, xeronga, xerécla, xeréia, xerém, xeréu, xerósa, xexeca, xexelenta, xexeta, xexéu, xexênia, xiba, xibio, xibireca, xibiu, xiboquinha, xibreca, xibóca, xicória, xilindró, ximbica, ximbiu, xinforínfola, xinim, xinim, xinxa, xinxim, xirana, xiranha, xiranhã, xiri, xiricas, xirinha, xiruba, xita, xixi, xixim, xixita, xixoquinha, xixóca, xoboita, xoiola, xola, xolozinha, xonga, xonha, xopana, xoroca, xorosa, xota, xotinha, xotão, xoxa, xoxoca, xoxonha, xoxota, xoxotaço, xoxotinha, xoxotão, xucruta, xulapa, xuleta, xulipa, xumbrega, xunaninha, xuranha, xuranhã, xureta, xurita, xuxa, xuxela, xuxinha, zacabiba, zazinha, zeladora-da-casa-do-caralho, zeladoria-de-caralho, zenaide, zenaita, zequinha, zeza, zezinha, zinga, zoinho, zoiúda, zoraide

Nomes para o tal...
Pinto, pau, pica, piça, caralho, cacete, careca, caolho, mastro, vara, bráulio, tigrão, piroca, trolha, rola, caceta, catso, choto, coisa, piroca, biléu, bilau, aço, alavanca-de-arquimedes, alegria-das-meninas, aparelho, aquilo, arame, arma, armanho, bacalhau, bacamarte, badalhoco, badalo, bage, bagre, bambu, banana, bandeira a meio pau (semi-erect), barba-roxa, bastão, bate-estaca, bengala, berimbau, besugo, bibico, bibiu, bicho, bichoca, bicuda, bigorna, bilau, biloca, bilola, bilunga, bimba, birunga, biscoito, bitoca, bodelos, boneca, borracha, brachola, bráulio, bregueço, cabeça-de-frade, cabeça-lisa, cabeça-pelada, cabeção, cabeço, cabeçote, cabo-de-relho, caceta, cacete, cacilda, caetano, caibro, cajado, calcete, cambange, cambão, cana, canivete, canudo, carabina, caralho, careca, carimbo, carne quente, carulho, catatau, cátis, catoco, catrino, catso, cazzo, ceguim, chá-de-besta, chá-de-homem, chapeleta, chapuleta, charuto, chave-de-mulher, chechoca, chibata, chicote-de-barriga, chonga, choriço, chouriça, chouriço, chuí, chumarra, chupeta, chupica, cilindro, cipa, cipó, cipó cabeludo, circo armado (erect), clarineta, clarinete-de-capa, cobra, coisa, coisinha, coluna-do-meio, consolo, consolo-de-mulher, crescedor de barriga, dardo, descanso-de-carroça (big), deslombada, documento, documentos (penis and scrotum), doido, doutor alisando cresce, engate, entre-pernas, envernizado (hard), espada, espiga, estaca, estopim, estrovenga, faca, facho, falo, farfalho, ferragem, ferramenta, ferramentas de trabalho, ferrão, ferro, flauta, flautim de capa, fósforo, fumo, fumo de rolo, fuso, gaita, gambé, gano, ganso, garoto, geringonça, gogo, gogolina, grego, gunga, inhame, instrumento, instrumento de fazer nenen, instrumento de trabalho, instrumentos, invertebrado, isca, jacarandá, jamanta (big), jeba, jegue (big), jequitibá, jereba, jibóia (big), jiribaita, joão, joaquim-madrugada, judas, jurumba, lambaio (extra-big), langanho, lango-tango, lápis, laquaqua (among gays), legume, lenha, lingüiça, maçarico, macaxeira, madeira, maísso, majestoso, mala, malfeitor, malho, mandioca, mandrião, mané-bobo, mané-souza, mangalho (big), mangará, mangerico, mango, mangote, mangueira, maniçova, maniva, manjeroba, manjuba, manzape, manzapo, mão-de-vaca, maracá, marreta, marsapa, martelo, mastro, mastruço, merenda, matolão, medalhão, me-engula, me-ingula, migu, mingula, minhoca, miraguaia, mondrongo (big), muçu, muçu-cabeludo, muçu-de-cabelo, muçum, naba, nabo, nagallho, neca (among gays), negoção, negócio, nervo, ocane (among gays), ocapi, o-que-luzia-ganhou-na-capoeira, o que luzia levou na horta, pajeú, papa-terra, partes, passarinho, pau, pau-barbado, pau-de-fumo, pau-de-mijar, pau-de-sebo, pau-penca, pau-seco, pavio, peça, pechota, pé-de-mesa (big), peia, pelada, pemba, pendão, pênis, pepino, peroba, peru, petardo, piaba, pica, piça, piçador, picha, piçoca, picolé, picolé-de-homem, picolé-quente, pila, pimba, pincel, pindoba, pingola, pinguelo, pingulim, pino, pinta, pinto, pipi (child's), piroca, pirrola, piru, pirulito, pistola, pistom-de-capa, pito, pitoca, pitota, pituca, piupiu, pomba, ponteiro, porange, porongo, porrete, pra-ti-vai, prego, prendas, pua, punheta, puxador, quiabo, raiz, rédia, ripa, robalo, rola, rolo-de-fumo, salame, salsicha, são-longuinho, sarabaitana (big), saroba, sarrafo, sarsarugo, seribobeia, seringa, seta, sinal, sulapa, surdo, taça, talo, tampa-de-mulher, teca, teca-liana, testa-furada, ticha, tiche, tico, tombica, torcida, torneirinha, toro, tota, trabuco, trambulhetão, traíra, treboço, treboçu, tripa, tripé, troçulho, trolha, tromba, tronzoba, trozoba, trouxa, trussui, tubiba, tuchupa, tulambe, vagem, vai-e-vem, vara, vara da felicidade, vara-de-mijo, vara-do-diabo, vassourão (big), vela, verga, vergalhão, vergalho, verruma, virote, ximboro, xixi, xoroca, zarabatana, zé, zebedeu, zeca, zeguedegue, zezinho, zimba

Este texto é dedicado àquela jovem senhorita que não pode ouvir um palavrão que cora.
Agora posso falar com ela usando todos esses sinônimos e não a chocar tanto.
Virge, esse negócio de procurar nomes pra as " coisas" me deu um trabalho do piupiu! Ou do toioba, como preferir.

14 comentários:

Vivien Morgato : disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Vivien Morgato : disse...

onde vc achou isso??? agora vc pode discutir com um linguista e adota o codinome:

Tati dos Nomes.

;0)

Tatiana disse...

Primeiro usei de minha memória. Depois comecei a perguntar aos próximos..e aí eu cansei e fui no google.
HAHAHAHHAHAHAHAHAHAHA

Mônika Mayer disse...

Caraleos... é muita piroca prá um pinto só! kkkkkkkk

Lucas disse...

Porra, é nome pra cacete!
Caralho!

Marina F. disse...

Ótema.
Mas eu não falo palavrão, apesar de ser sua amiga. Sou uma lady - haha.
bjs.

Tatiana disse...

Marininha do meu coração

eu já ouvi um puta que pariu saindo de sua boquinha fina.tà bom que é super hiper mega raro.
pensando bem....você realmente quase não fala palavrão. não entendo porque ficamos tão amigas"
ahahhahahahahahahahahhahahahaahha
Eu tinha que ter uma amiga fina.

Marina F. disse...

Tati, eu não falo muito mesmo. Mas descobri que escrevo palavrão pra caralho no blog. Desconto tudo na palavra escrita. haha.
bjs.

Anônimo disse...

Puta que pariu! hahahah
Escrevo palavrão pra cacete, mas conversando diariamente não solto um .( as vezes um foda) Pq será?

Adorei o post.

Mônika Mayer disse...

Não sei o que as pessoas têm contra os palavrões...são tão libertadores!!

Tenho uma amiga que, no tempo da faculdade, não falava um puta que pariu. Beleza, era a finesse em pessoa. Pois bem, a dita casou, passou uns perrengues...

Outro dia não falou "porra do caralho, que foda é casar com um filho da puta de um bundão, né?"

Olhou muito séria prá mim e disse: "Mô, falei "caralho", "foda" e "filho da puta" numa frase só! Nossa..."

Virei prá ela e disse: "É... é do caralho, isso, né?" (muito séria)

Ela, prá mim: "Caralho é coisa que eu não falo nunca... ops, falei de novo!!! Noooosssssaaaaaa!!! Que libertadooorrr!!"

kkkkkkk

Até hoje conversamos no messenger e recheamos o papo com muito palavrão. Enfim, minha amiga curou-se da frescura! Aleluia.

Mônika Mayer disse...

Ah, esqueci de dizer que também sou muito fina. kkkkkkkkk

Turmalina disse...

Puta merda...mas vc fez um intenso trabalho de pesquisa, héin???
O que leva uma pessoa à não falar e ainda à se surpreender em ouvir certas palavras????
Excesso de decoro...o que é isso???
Deve ser uma pessoa extremamente travada. Eu até respeito, mas tenho pena!

Tatiana disse...

Mônika
Sua amiga realmente apredneu o dom da palavra libertadora!

Tatiana disse...

Turmalina
Ela pelo menos nunca fala nada desagradável.
É sempre uma moça educada.
Bonito isso.