segunda-feira, 4 de fevereiro de 2008

Berra Vaca

É o segundo ano que saio no Berra Vaca que é um bloco de Barão Geraldo que só canta marchinhas de carnaval.
Imagine uma bicicleta que arrasta uma caixona onde tem um gerador a diesel, uma potência de som, uma mesinha de oito canais, quatro caixas de som, dois ferros que servem como pedestal de microfone e o cara que canta e toca ( um cavaquinho elétrico que nunca afina) tem que cantar e tocar de ladinho, dando passinhos laterais para andar para frente.
O som é uma bosta. A bateria é uma esculhambação total. Quem quiser chega se junta e sai tocando. Então o que tem de gente que atravessa o som é uma loucura!
Tem um coroa que vem com uma mortalha, um bonezinho rasta na cabeça e um tamborim na mão. Não dá uma nota no tempo, mas tá cagando e andando pra isso. Feliz, o tal coroa! E cada vez que ele resolve solar ( sim, ele acha que pode fazer solos de tamborim) nós tínhamos ataques de riso incontroláveis. Ele virou o nosso "Mestre" do carnaval.
Barão Geraldo é um destrito de Campinas onde tem a UNICAMP, ou seja, é cheio de estudante. Então o Berra Vaca é um bloco cheio de gente branquela, certamente com muito descendente de italiano ( eu digo que se espremer todo mundo ali, sai molho de tomate, tamanha a italianidade do povo), muita moçada. Pense em um cara bem brancão, com cavanhaque e cara de nerd. Pois bem..esse tipo tinha lá aos montes, se acabando no asfalto. Sabe aquele tipo de universitário que tem cara de hippie? Tinha também! Gente de todo o tipo e alguns que eu juraria que jamais iriam atrás de um bloco de marchinhas de carnaval. Mas vão! E é uma delícia completa!
Junta velho, novo, preto, branco, músico, não músico, pobre, rico, todo mundo junto berrando as marchinhas e carnaval, sacudindo o corpo, suando junto. Dependendo do lugar que se esteja não dá pra ouvir a voz, então sempre ficamos bem do ladinho das vagabundas caixas de som para poder prestigiar nossa querida e amada Cirandeira que durante o carnaval se transforma em uma das cantoras oficiais do bloco. E sempre com fantasia!É claro...
E quando o cara do cavaquinho elétrico fala " O Boi falô!", todo mundo tem que responder:
-BERRA VACA! MUUUUUUUUUUUU.
Tenho mugido muito nestes dias.

4 comentários:

Luciana Farias disse...

Ai, mulé!!! Que delícia de coisa boa que deve ser isso.... marchinhas!!!! Gente atravessando!!! Que pena que não dirijo, senão me descambava daqui de Itatiba praí. Quem sabe no próximo Carnaval???? rsrsrsrs...

beijocas!

Anônimo disse...

Como membra honorária e oficial, condecorada e batizada do BerraVaca, lhe digo, ou melhor, canto: "Que bom que você veio, aqui ninguém é feio!".
Beijos linda!

Anônimo disse...

dEstrito ou dIstrito?

Tatiana disse...

Distrito!
Eu errei!