sábado, 24 de dezembro de 2005

Natal dos desgarrados

Faz tempo que vivo longe de família.
Aprendi a invadir festas dos outros, filar almoços e jantares e encarar algumas datas festivas na solidão. Algumas vezes foi bom, outras nem tanto.
Foi aí que comecei a fazer o Natal dos Desgarrados. Todos que moravam longe demais dos seus, que estavam sozinhos,que não queriam aquele espírito natalino ortodoxo se juntavam em um jantar comunitário e fazíamos a nossa festa.
Este ano será assim. Meus filhos passando Natal longe e eu, na cozinha ,fazendo um bobó de camarão e pavê de sonho de valsa que se transformou em pave de bis.
Meu natal virá com sotaque baiano, muita música, muito violão, televisão desligada, cerveja gelando e as portas abertas para os outros amigos que precisam enfrentar a ceia com a família mas gostariam de uma farrinha mais mundana depois.
Comemorar o encontro dos amigos, os sucessos, as batalhas enfrentadas mesmo que nem sempre ganhas, comemorar a entrada do sostício de verão para que o sol possa brilhar muito em nossas vidas.
E viva o SOL!!!!Viva o verão!!!!
Viva eu. Viva tu. Viva o rabo do tatu!!!!!

9 comentários:

Manuela disse...

ai, que vontade de comer bobó de camarão!

quina vida disse...

tatiana, feliz natal pra vc viu, e vê se não abusa no camarão...

muito violão, muita festa do jeito que cada um quer, e só queria registrar aqui: fazer música é a arte das mais difíceis. parabéns

marcio

Lu disse...

Um Natal assim é bom...é tão quanto quando a família se reuni, pois os nossos amigos são nossa família.
* O segredo da menina lá no meu post do consurso maldito não foi dito propositalmente para quem ler tentar imaginar..e a história tem algo verídico que também não posso dizer o que é.

Beijos e Feliz natal!

Ronaldo Faria disse...

Espero que jantar tenha sido bom. Bobó regado a saudades e esperança.
Em 2006, cuide-se. E não pare de de escrever, cantar e tocar.

Gika disse...

FELIZ NATAL TATI. TUDO DE BOM PRA VC E A TURMA AÍ. EU CONSEGUI DEPOIS DE ANOS REUNIR MEUS IRMÃOS E IRMÃS. FOI MUITO BOM. AQUI TBM NÃO SE LIGA TV E O SOM ROLA SOLTO, PQ A VEIA ARTISTICA SE ESTENDE CADA VEZ MAIS, OS FILHOS, SOBRINHOS SEMPRE SE ENROSCAM COM MÚSICOS E ATORES...AÍ A FESTA FICA SHOW, A PORTA ABERTA E QUEM SOUBER O CAMINHO TBÉM CHEGA.

BEIJÃO DA FAMILIA DO RE MI.

Tatiana Rocha disse...

Ai, Tati, vc faz falta na minha vida! Adoraria estar no Natal dos desgarrados, mas não iria permitir Tv ligada não, isso é composição básica do convencionalismo chato da "noit de noël". Beijos, querida!

Lili Cheveux de Feu disse...

Olha, eu amei essa idéia e já estou pensando em plagiar... Sim.

PS: Passa a receita do pavê de sonho de valsa (e de bis) agora minha filha!

Tá pensando o que? Deixa todo mundo com água na boca e sái de fininho?!!!

Renata disse...

Tati,
Foi uma feliz descoberta para mim este ano o mundo dos blogs, pois através dele conheci pessoas que hoje fazem parte do meu dia-a-dia, que eu sinto falta quando não tenho um tempinho para visitar(como ultimamente..hehe) e que eu já consideros amigas. Com vc Tati, uma pessoa admirável não somente pelo seu talento, mas pela sua história de vida e seu alegria de viver contagiante. Que o seu Natal tenha sido lindo, e que 2006 nos regale com momentos lindos e felizes...

Beijos mil,


PS.: tbm quero a receita do pavê.. hehe

ariadne disse...

Adoro Bobó.Fiquei com agua na boca. :-) Espero que tenha se divertido muito.

beijos