sábado, 12 de março de 2011

as cinco reações diante da merda generalizada

Primeiro Estágio: negação e isolamento

Não pude acreditar que eu estava nessa merda total. Não acreditava naquilo. Devia se rum erro cósmico, afinal, eu estava absolutamente acompanhada pelas mais altas frequencias espirituais.
Já ia passar...tá tudo bem, vai dar tudo certo, daqui a pouco melhora.
Não melhorou.
Fiquei no meu cantinho, lambendo as feridas, toda amuadinha.
Me deixe quieta.
Tô em retiro espiritual.

Segundo Estágio: raiva
Aí eu virei na porra. Mandei todo mundo se foder, anunciei que iria colocar Santo Antônio no congelador, xinguei meu anjo da guarda de viadinho plumoso, preguiçoso de merda, ameacei virar atéia e nunca mais nessa vida eu acenderia uma velazinha, uma pequenininha.
Karma o caralho! Se alguém viesse falar da sabedoria da lei kármica eu acho que perderia as estribeiras e aumentaria o meu karma.
Bufei por horas, dias.
Se Nossa Senhora aparecesse pra mim, apanhava de vassoura.
Não foi legal isso.

Terceiro Estágio: barganha
( este texto à baixo eu encontrei na net e é perfeito pra explicar o que eu fiz)

"Havendo deixado de lado a Negação e o Isolamento, “percebendo” que a raiva também não resolveu, a pessoa entra no terceiro estágio; a barganha. A maioria dessas barganhas é feita com Deus e, normalmente, mantidas em segredo.

Como dificilmente a pessoa tem alguma coisa a oferecer a Deus, além de sua vida, e como Este parece estar tomando-a, quer a pessoa queira ou não, as barganhas assumem mais as características de súplicas.

A pessoa implora que Deus aceite sua “oferta” em troca da vida, como por exemplo, sua promessa de uma vida dedicada à igreja, aos pobres, à caridade ... Na realidade, a barganha é uma tentativa de adiamento. Nessa fase o paciente se mantém sereno, reflexivo e dócil (não se pode barganhar com Deus, ao mesmo tempo em que se hostiliza pessoas)."

Exato. Estou barganhando. Prometi um monte de coisas pra todo mundo.
Que não iria nunca mais cortar os cabelos, iria raspar a cabeça, usar branco na sexta feira  durante um ano inteiro, dar dez por centos dos meus ganhos, meditar todo o dia, lavar os pés de mendigos.
To na negociação.
Ninguém me responde.

Quarto Estágio: depressão

Nada, absolutamente nada me faz gargalhar do meu jeito gargalhante.
Preocupante isso.
Acho que posso estar em depressão.

Quinto Estágio: aceitação

Não cheguei anda aí, mas to tentando.
Enquanto eu nego, brigo, barganho espero a aceitação vir.
Ô, aceitação mole do caramba que demora para aparecer.
Vem logo, cacete.

Um comentário:

Luciana L.V.Farias disse...

Merda generalizada é uma bosta.

Sei bem...

Beijocas!!!