domingo, 27 de junho de 2010

a nova eu que nem é tão nova assim

Por motivos de força maior recoloquei minha vida em um outro lugar. Um bom lugar até.
Parei de fumar, estou caminhando com as cachorras constantemente, mexo na terra, rego as plantas religiosamente, plantei sementes de flores que estão brotando e eu fico toda boba olhando para aqueles filhotinhos de verde e imaginando o tanto de cor que eles se transformarão.
Voltei a fazer yoga e toda sexta tenho um compromisso espiritual.
Tô em ordem, né?
Mas algumas coisas não mudam.
Fui andar de bicicleta pela fazenda com um amigo. A primeira ponte demadeira eu dei uma amreladinha e meu amigo me disse: passa rápido por cima do tronco que segura as tábuas.
Ok, passei.
Outra ponte. Meu amigo pergunta:
-Tá vendo o fio?
Eu, muito lesa, digo que sim, olhando o tronco que segura as tábuas, e ainda dou uma aceleradinha, todfa atlética.
Encontro na altura do peito com um arame. Meu amigo berra, nervoso,para eu ter cuidado com o fio. Fio, veja só se eu iria imaginar que fio fosse o tal arame. Porrei bonito, peito no arame, que por sorte não era farpado.
A bicicleta pára e eu só dou uma raladinha no braço esquerdo. Mas destruí a cerca, o arame farpado. Caiu tudo! Eu, esse mastodonte, consegui derrubar uam cerca opara segurar gado com esse meu corpinho.
Meu amigo ria tanto que eu pensei que fosse passar mal. Eu ria também pensando que meu santo é realmente forte.
Fora essa trombada foi uma passeio maravilhoso. Cansativo e o que mais me doeu foi a mão que fica apoiando no manche ( sei lá o nome daquele negócio da bicicleta). Vou ter que achar uma luvinha charmosa porque senão vou ficar cheia de calos nas mãos. E minhas coxas ficarão uma beleza!!!

Meu novo cão se chama Djembe ( nome de um instrumento africano de percussão).
Ele veio para fazer o contra ponto entre nós, as fêmeas da casa, com o mundo.
Ele é fofo, do signo de touro , como a mamãe aqui, geme muito e uiva alto pra caramba e eu acho que vamos nos amar loucamente.

4 comentários:

Anônimo disse...

Bem, fico muito feliz de ler este texto após este passeio.... já imaginou se o tal "fio" fosse elétrico???? em fazendas isto é comum, rs.... ainda bem não era e tudo acaba bem. as luvas podem ser com proteção à choques, rs...(desculpe a brincaderia mas não me contive). Seu cachorrinho é lindo eu estou por aqui com 9 lindos, mais machos que fêmeas. devo ficar com mais uns 3 3 os outros ganharão casas diferentes(ao todo ficamos com 18). Adoro bicho pequeno e o bom é que espaço por aqui também não falta e eles correm para todos os lados, engraçado quando vez e outra brincam com os carneiros achando que são cachorros.
Sorte por ai nos passeios.
Uma linda semana com tranquillidade na alma e coração (como é bom conquistar este sentimento - reflete nossas atitudes na vida).
Abraços
India

jefhcardoso disse...

Belo texto e sucesso em sua vida saudável.
Jefhcardoso do http://jefhcardoso.blogspot.com

Menininha bossa-nova disse...

Quero apertar o Djembe!

claudia lyra disse...

Guidom, menina, o nome do "manche" da bicicleta é guidom! Hahahahahaha...