quinta-feira, 3 de setembro de 2009

Quinta.
Lua cheia.
Chega a dar medo o que essa lua me sussurra.
Tô em pé no alto do muro. Equilíbrio delicado. Uma vontade de saber voar.
Não sei.
Mas aprendi a cair com as quatro patas no chão.
Já é alguma coisa.

3 comentários:

Georgiana disse...

Alguma coisa?! Já é tudo!!! Por que não experimenta parkour????? Os meninos voam... é algo inimaginável o que um ser humano pode fazer com o corpo.

Fernando disse...

Imaginei a cena, crendo-a real, e não apenas figura de linguagem: Você, enorme, em todos os sentidos em que o é, num delicado equilíbrio em cima de um muro, vislumbrando um vôo que se lhe prenuncia tão claro. O óbvio então se apresenta: saber cair é ciência; alçar e manter o vôo é arte...

Al Kantara disse...

Saber voar é importante. Mas o mais importante é aprender a cair sem quebrar a cara...