terça-feira, 31 de março de 2009

A REBELDIA DA ADOLESCENCIA

Parece sina, karma, sei lá, mas parece que é coisa feita pra me abalar.
Estava eu conversando com meu caçula e eu pergunto o que o professor de violão está ensinando para ele.
-Uma música do Engenheiro do Havaí que tem pestana. Tô treinando as pestanas.
-Engenheiro do Havaí? - Não disse nada além disso, afinal quando se é jovem se ouve coisas que depois nos envergonhamos. É uma fase, certamente.
-Sim...Ele queria me ensinar umas canções do Vitor e Léo mas eu não conheço nenhuma música deles e aí fica difícil, né?
-Vitor e Léo??! O que que é isso, meu filho? Seu professor que te ensinar Vitor e Léo? Não é possível um negócio desse! Não aprenda! Se recuse! Não ouça! Resista, meu filho, resista com todas as suas forças! Puta que ariu, Vitor e Léo é de foder. O próprio professor? Cacete, a educação formal está realmente morta.
- Mãe, as meninas daqui adoram Vitor e Léo. Ajuda pra conseguir namorada.E eu acho que vou assistir um show do Chitãoziho e Xororó...
- O QUE??? Meu filho, pelamordedeus, o que está acontecendo com você? Mulher que gosta de Vitor e Léo não merece sua aenção, meu filho. Esquece essas. Não vale à pena. Chitãozinho e Xororó? Meu filho, que tristeza, que decepção. Deus tá me castigando, tenho certeza. O que eu fiz, meu Pai? Me diz, o que eu fiz? Primeiro foi seu irmão ouvindo tequeneira a adolescência toda e agora você..com isso....sertanejo, meu filho? Não deixo! Me dá o telefone de seu professor agora mesmo.
-Mãe, o que que é isso? Eu vou assistir um show do Skank também...Eu não vou te dar telefone nenhum! Você vai acabar com meu professor.
-Matheus Rocha, você trate de me dar o telefone, o email, o orkut desse psicopata que está te dando esse tipo de coisa pra ouvir. Me diz o nome dele todo. Agora!
-Não digo.- teimoso dos infernos, esse meu filho.
-Me ouve, meu bem, ouve a sua mãe que é mais velha e sabe das coisas. Quem ouve música ruim, com poética ruim, aburralha. Você é tão inteligente, meu filho. Chico Buarque tem um monte de música com pestana. Pede pro professor ensinar Chico Buarque!
- Eu não. Nenhuma moça vai querer me ver cantar Chico Buarque!
- Uma mulher que prefira Vitor e Léo a Chico Buarque não presta, meu filho. Esqueça esse tipo de gente. É um povo que nem fossa direito sabe curtir, não tem elegância. Eles dormem na praça! Vê se tem charme uma fossa dormindo na praça! Não tem, meu filho. Sertanejo é música de corno sem classe, meu bem. Não me dê um desgosto desse. Eu não aguento. Eu to sentindo palpitações. E não to bem não. Meu Deus do Céu, meu filho tá ouvindo essas coisas. Que merda! Que bosta! Que vergonha!
-Eu vi um dia desses um video do Joã Bosco e Vinícius. - sádico, totalmente sádico esse meu filho.
-Você quer me maltratar, é? Quer que eu tenha um treco aqui e caia dura no chão? Ouve o João Bosco solo, sem esse tal de Vinícius. Ou ouve o Vinícius com oToquinho, mas pegar genérico e em dupla sertaneja, é realmente de foder! Onde eu errei, meu Pai? Onde??
-Ouve só, mãe..." sou caipira pirapora nossa..."
-Graças a Deus..." senhora de aparecida" - ( cantando juntos ) - Ainda bem, isso é melhor. Viu só que eu não sou tão radical assim. Eu inclusive toco essa música, muito boa música.Tem corno ai? Tem sofrimento vão? Não, não tem. Tem até uma senhora, a de Aparecida, mas tem choro, gemido, dor no coração? Não! E porque não tem? Porque não é do Vitor e Léo! Vitor e Léo não dá! Olha essa música, meu bem. Sou caipira, pirapora, nossa...Olha a riqueza melódica. Olha as frases, que lindas...o meu pai foi peão, minha mãe solidão...ó que coisa mais triste, mas é lindo, né? A mãe..solidão! Bonito isso. Mãe solidão!Cacetada, meu filho jure pra mim que você vai se cuidar. Promete pra mim, vai! Diga pra mim que você não vai gostar dessas coisas. No máximo o Almir Sater, Renato Teixeira. Tá bom...as modas de violas antigas também podem. Mas neo-sertanejo-mela-cueca-de-corno, não! Meu filho, eu tô passada com você.
- Mãe, eu sou adolescente. Eu posso fazer essas coisas.

Acabo a conversa e penso que essa merda de rebeldia é realmente foda. Ele sabe que isso me afronta. Ele sabe que isso me acaba! E faz assim mesmo. Filho da puta, isso sim. Sacana de merda.
Eu juro aqui, de pé junto, se filho meu virar apreciador de sertanejo, pagode, axé, bate estaca, Calipso, Ana Carolina, eu renego! Eu renego pro resto da vida.
Tô puta e assustada.
Ai se eu encontrar esse professor de merda, ai dele se eu encontrar com ele.
Tá jurado de morte.
Não cruze meu caminho, viu? Isso é coisa que se faça com a mente e os ouvidos da juventude? Você devia ter vergonha. E estudou em Tatuí! Grande merda. Que merda de educador você é? To decepcionado com você, viu? Tô realmente decepcionada com você.
Você devia ter vergonha, isso sim.
E eu realmente espero que voce possa um dia ler o que está escrito aqui. Pra você sentir culpa.
Engenheiros? Vitor e Léo? João Bosco e Vinícius? Faça-me o favor!!
Tom Jobim vai te assombrar, seu merda. Vinícius de Moraes há de assoprar teu fiofó.
E eu, essa mãe aqui, somente isso, uma mãe como outra qualquer, se eu te encontrar, você está frito.
Como é que pode oferecer música desse tipo pra uma criança! Irresponsável. Logo agora, na época de formação.! Um absurdo isso. Um trafcante musical, é isso quer você é. Aproveitando da rebeldia e com preguiça de ensinar música mais elaborada. Seu professor de merda!
Eu tenho vergonha de você. Vergonha!!
E de meu filho também.
Que decepção. Que decepção!

12 comentários:

Gonzaga Britto disse...

Credo! Vá com calma, vá com calma. Experimente assim: bote seu filho no calabouço, amarre, bote o volume do toca-discos bem alto e mande ver: Gal, Fagner, Simone, Zizi Possi, Djavan, etc... (você sabe de quem estou falando). Deixe o moleque trancado uma tarde inteira. Se não der certo, se não mudar o comportamento execrável dele, não tem jeito: desterre. Se der certo, envio a conta pelos Correios. Simples assim, minha filha. Aguardo notícias sobre o tratamento.

Gonzaga Britto disse...

Jesus, Maria, José!!! Somente agora investiguei o lado direito do blog, onde está você em toda a glória de cantora! Jesus, Maria, José! Corri pro YouTube. Jesus, Maria, José! Sua voz possui um timbre impressionante, marcante, apaixonante - e mais outros "ante". Gostei demais da sua habilidade no violão. Vê-la cantando "Absurdo" foi absurdamente bonito. Jesus, Maria, José! Com toda certeza quero você inaugurando o palco do meu CabaréCafé internetiano destinado aos talentos nacionais. Informarei assim que sua estréia estiver pronta. Poupe este seu velho fã do pagamento de altíssimos direitos autorais, sim? Sou pobre, o CabaréCafé ainda não deu lucro (até porque foi inaugurado hoje) mas um dia a gente acerta as contas, viu? Além de todos os belos dons que você possui, ainda é uma mulher bonita! Jesus, Maria, José (perdoe os excessos de um velho que se encanta com os encantos da vida). Sucesso, sempre, em tudo que fôr do seu direito.

Morena disse...

Isso mesmo, põe limite! Não deixe que essas pragas de músicas contaminem o menino.

Ju Hilal disse...

Hahahahaha
João Bosco e Vinícius é sacanagem...Que diferença faz um "e" no meio desses nomes.
Vou mostrar para esse professorzinho o seu post sobre a dona da casa, a finada.
Duvido que ele ensine qualquer outra porcaria para o Matheus.
;)
Beijo

Leandro Souza disse...

Tati, na minha epoca tocavamos chico pra comer as menininhas. Dai a minha teoria de que o munda ta piorando... meninas procurem os homens mais velhos...hahaha.

Tatiana disse...

Gonzaga
Te respondi direto no teu blog que é realmente ótimo!

Tatiana disse...

Morena
Não deixo, não deixo e nã deixo.

Tatiana disse...

Ju
Tô fazendo de um tudo pra descobrir o nome e telefone desse tal.

Tatiana disse...

Leandro
Os tempos são ouros mesmo!
que merda de tempos novos são esses???

Carô disse...

Essa juventude... sempre as drogas!!! (pronto, baixou a velhinha). Coitado do professor, esse pobre sem noção, é tudo o que posso dizer. O resto a Ju Hilal já disse.

claudia lyra disse...

Gente!!! Nem sabia que existia uma dupla com o nome de João Bosco e Vinícius!!! Que coisa...

Mas... er... eu já fui a um show do Chitãozinho e Chororó... hehehehehe...

Gonzaga Britto disse...

Dito e feito. Graças à sua preciosa ajuda, Tatiana, consegui abrir um novo espaço no meu CabaréCafé. Desejo, de todo coração, que você brilhe intensamente, vire estrela e, quando eu me fôr para o céu eu possa vê-la cantando nas nuvens. Gostei muito da sua música, da sua presença cênica, da energia que você coloca no seu trabalho de artista. Por isso, nada mais justo que seja você a primeira a brilhar no meu pequeno mas decente teatro, agora aberto a todos os artistas brasileiros, conhecidos - ou não. Agradeço ao Destino (pois isso é coisa dele) que me levou a conhecer o seu blog e, por alguns momentos, a partilhar da sua vida. Abraço fraterno, saúde e paz.