segunda-feira, 9 de fevereiro de 2009

as delícias da maternidade

Eu já ouvi vários comentários sobre a maternidade. De como é bom, a força que nasce da mulher, o poder, o amor. Tudo verdade!
Mas o melhor de todos ouvi ontem de uma amiga que está com uma filhinha de quatro meses ( absurdamente linda) e que me fez rir muito.
-Tatiana, Deus é muito bom! Me deu, além de uma filha linda, uma das coisas que eu mais desejei na vida. PÚBLICO! Ela é a única pessoa no mundo que me acha o máximo cantando e eu tô muito feliz!

HAHHAHAHAHAHHA
É verdade porque essa minha amiga canta tão mal que na letra que eu fiz para a música de aniversário eu dizia, cheia de amor :

"Pra uma noite especial, uma roupa gabardine
pra um jantar a dois, um delicioso fettuccine
Para a boca adoçar o beijo, cerejas marrasquine
na janela toda manhã, flores grandes ou flores mini
ao teu lado um consorte lindo como Gianechine
para tua proteção um talismã que te atine
para coceira nas tuas costas, boa mão, polaramine
pra cantar serenatas, um botão que te afine!
para as horas de riso ou choro, só peço que imagine
uma pessoa especial que a gente chama Dine
Na verdade é Geraldine, mas a gente fala Dine!"

Dine, minha amiga amada, tua filha é o botão que te afinou!
Viu que milagres a maternidade faz????

Um comentário:

Georgiana disse...

Sem internet... por isso, sumi. Devo voltar em alguns dias. bjos