sexta-feira, 4 de abril de 2008

Descreva-se

Recebi um e-mail de uma amiga. Pedia: descreva-me em uma única palavra.
Em um almoço eu tinha perguntado a ela:
-Quem é você?
E aí ela juntou tudo isso e me perguntava: descreva-me.
Complicado. Eu dei minha opinião que eu acho longe de dar a devida extensão de uma personalidade.
Mas eu fiquei a pensar aqui.
Quem eu sou?
Primeiro, sou gente. Isso é inegável.
Depois gente-mulher. Isso já fala muito de mim.
Falar das minhas qualidades não me define, como não me define meus defeitos,
Como eu me definir?
Alegre? Nem sempre. Tem dias que estou o cão, mas na maioria das vezes é um estado de espírito.
Engraçada? Depende de quem me vê.
Louca? 'Magina. Não como coco nem rasgo dinheiro, mas algumas pessoas me definem assim. Discordo totalmente, óbvio.
Quem sou em uma única palavra?
Sei não.
E você?
Como se define em uma palavra? Consegue?
Eu to aqui pelejando.

31 comentários:

Anônimo disse...

Pensador

Anônimo disse...

Conflitante

Vivien Morgato : disse...

mãe.

Rodrigo disse...

Impossível

Gisele Lobato disse...

contraditória

(passei por aqui para deixar meu novo endereço após encontrar doces comentários teus ao antigo 'ver estrelas'... beijos)

Anônimo disse...

Grande!

Carlito

Tatiana disse...

Nem sei o que comentar destes comentários...
Pensador? Porra, penso..logo existo..pensa além da conta? Como é isso?

Tatiana disse...

Conflitante?
Puta merda..tá fudido, hein?

Tatiana disse...

Será que mãe te define mesmo, Vivien?
Eu acho que não...

Tatiana disse...

Rodrigo,
Impossível se descrevr?

Tatiana disse...

Contraditória?
Cacete...
sempre assim?
um poço de contradição?

Anônimo disse...

Caracas, parece que tá de TPM mesmo.
Sou pensador sempre. E penso em dizer: Tatiana, eu te amo.
Tô pensando...

Vivien Morgato : disse...

Tati,de todas as coisas que faço, ser mãe é a mais importante,que mais gosto e que mais me realiza.
Além disso,minha relação com os outros (parentes,amigos,alunos) é pautada por essa visão maternal.
Posso ser uma mãe bem retardadinha.
Mas sou mãe acima de tudo.;0)
beijão.

Tatiana disse...

Vivien,
Observe o que você escreveu.
Você não é o que faz....
Eu não sou somente o que faço...
A maternidade pode ser a coisa mais deliciosa que voc~e faz, mas não é o que vc é...
sacou o que eu fico aqui pensando??

Tatiana disse...

Anonimo que ama
Eita porra!

Danny disse...

Difícil essa missão, hein! Praticamente impossível!

Tatiana disse...

Eu também acho, Danny.
Não dá pra definir uma pessoa em uma única palavra.É reduzir demais a complexidade de uma personalidade!
Desisti de continuar nessa empreitada!

Marina F. disse...

AMIGA!

Tatiana disse...

Mas Marina.
Isso te define completamente???????

Anônimo disse...

Tatiana!
Já assistiu aquele quadro do Fantástico onde você se auto define, conta sua história em 15 segundos?
15 segundos acho possível, agora uma palavra. Uma palavra, é complicado!

Tatiana disse...

Eu não cheguei nem perto de uma definição decente de mim, em uma única palavra!

Danny disse...

Nem eu consigo! Uma vez escrevi um "poema" (entre aspas, tá? rs) chamado "Auto-retrato". Hoje em dia eu o leio e não me vejo totalmente exposta nele. Ele já não me define mais. E nem tem tanto tempo que o escrevi!
O que dirá uma palavra?
Sem condições!

Clélia Riquino disse...

Humana.

MARIA DE SANTOS disse...

CONIVENTE,CÚMOLICE.

MARIA DE SANTOS disse...

CÚMPLICE.

Anônimo disse...

tá virando psico??? rs...

questionar o que a própria pessoa se define...??!!
não conheço a Vivien mas acho que vou ficar do lado dela.

Vivien, ser mãe é ser você sim!!!

Pode ser a própria, dos amigos, dos próprios filhos, o que é o mais difícil pois requer uma série de comprometimentos incondicionais e que não são todas as pessoas que tem esta capacidade, ser mãe dos próprios pais e dos pais dos outros... por ai vai.

Na minha humilde visão, ser mãe é ser muito além do seu próprio ser.

Que pena hoje existir tão poucas mães, o mundo seria melhor já que a visão matriarcal é bem justa.


mamão

Tatiana disse...

Mamão
Você é um clichê.

Cristiano disse...

Uma palavra?

Rocha.

Tatiana disse...

Essa foi boa. Rocha

Anônimo disse...

hehehehehe

você sabe a definição de clichê??

abraços

mamão

Franklin disse...

As pessoas não são, estão sempre a procura de ser, e para cada pessoa que você perguntar "quem é você?" vai te dar uma resposta diferente, ou seja, você é para cada pessoa aquilo que ela pensa de você...
Conclusão você não é, está sendo, você muda de acordo com o contexto, exemplo: você é a mesma pessoa em casa e na igreja, é a mesma pessoa na igreja e no trabalho...