quinta-feira, 17 de janeiro de 2008

a volta

Voltei e a vida me esperava no portão de casa com as mãos na cintura e o pezinho batendo no chão.
Meus cães, minhas plantas, minha casa...ai que saudade de minha cama, de meu pc, de mim que ficou aqui enquanto um outro eu meu viajava pelo mundo.
Essa viagem foi a viagem das amizades e da família. Em Salvador vi meu passado, meus amigos de anos ( muitos anos mesmo), pude mostrar Salvador para os meus através dos meus olhos e de minha memória. Fomos recebidos por lá de uma forma maravilhosa. Família Nolasco, vocês são demais!

Seguimos para Capão, na Chapada Diamantina. Fui entrar no colo de minha mãe e vi meu sobrinho transformado em um homem lindo. Foi nosso guia pelas trilhas, tivemos ataques de amor explícito, caminhadas de mais de quatro horas, banhos em águas límpidas e frias. Saí de lá com o coração feliz e a alma muito mais calma.

Morro de São Paulo.
Decidimos aparecer por lá de última hora. Sabia que meu irmão estava morando lá e trabalhava em uma pousada de um francês. Uai, com esats informações eu chego nele, né?
Não. Não é. Morro de São Paulo tem mais de trezentas pousadas, de francês então, sabe se lá quantas! Mas na primeira que entramos para perguntar se conhecia um tal de Fernando, casado com a Bel, descobrimos que era ali! Assim, de prima! Sorte do cacete! Os deuses estavam do nosso lado.
Meu irmão não nos esperava e levou um baita susto quando eu cheguei por lá, em noite alta, mochila nas costas e violões nas mãos.
Ele é diretor de uma pousada chiquérrima ( Hotel Portaló)de lá e nos colocou em um chalé tudo de bom. Chegamos na hora que ele preparava um jantar especial para um grupo de italianos e lá fomos nós tocar as bossas chiques que gringo adora. Minha forma de retribuir tanta generosidade e compensar a chegada surpresa e desavisada. Conheci meu sobrinho caçula que é o creco em forma de criança. Adorei ver os meninos e meu irmão que eu não via a seis anos. Foi bom pra caramba!

Vitória do Espírito Santo.
Tentamos sair de Morro e ir direto para o Rio. Não deu, é claro. Aí eu pensava...quem é que eu coneço em Vitória?
Eu na verdade não conheço ninguém, mas a Cláudia, que nos recebeu em Salvador, tem duas amigonas lá. Eu ouço falar delas faz é tempo e se elas são amigas de uma grande amiga minha...bem...podem querer ser amigas minhas também e eu dei essa oportunidade mandando um torpedinho com as seguintes palavras:
" Oi, sou Tatiana, amiga de Claudia de Salvador. Tô precisando de pouso em Vitória. Posso contar com sua ajuda?"
Isso era umas dez da noite e chegamos em Vitória a uma da matina.
Sim, nos receberam de uma forma que eu terei essa dívida por muito tempo.
Cláudia e Camola, estamos devendo essa, viu?

Rio
Daniel Chaudon nos recebeu e nos agarrou. Não conseguíamos ir embora de forma nenhuma. Descobri a Urca e acho que quero morar lá no futuro.
Adorei tudo que vivi na casa dele e receber seu colinho magricela no meio da madrugada me fez um bem imenso!

Campinas
A chegada.
Minha casa.
As panelas de barro que comprei baratérrimas.
As esteiras.
A casa vazia.
Os cachorros.
A vida batendo os pezinhos no chão.

Adormeci na minha cama. Nossa, quanto tempo isso não acontecia!
Saudades.

E hoje é dia de festa aqui. Sabe por quê? Aniversário de meu querido Ugo parceiro de tantas, de muitas, de várias.
Apareceu em minha vida em 2006. Veio pelo orkut, virou banda, depois parceiro de balada, depois amigo de frequentar casa, parceiro em músicas lindas, companheiro...e hoje eu to aqui escrevendo para dizer que no dia de seu aniversário, dia de Oxalá, ele também filho de Oxalá, eu dou a ele o que eu tenho de mais valioso.
Meu amor é teu.
Meu respeito é teu.
Minha espada e meu escudo são teus.
Não sei como te agradecer por tudo que você fez em minha vida.
Só posso dizer que eu quero estar no teu lado para dançar a dança da vitória.
E, se precisar de meu ombro, sempre o terá.

É isso gente.
Agora eu tô na área de novo.
A Roda da Vida tá girando. E um frio na barriga me aocmpanha. mas eu vou nessa virada!!
CHEGUEI!!

9 comentários:

Marina F. disse...

querida, adorei as fotos.
saudades lusitanas de ti.

Marina F. disse...

ah, esqueci.
vem pro show do vinícius dar uma canja? convite da minha amiga Ana.
beijos.

Tatiana disse...

Voltei, amiga!
Tem 500 fotos! tem noção?
hahahaha
to na área!

Tatiana disse...

Que coisa boa ler esse blog, confesso, ri, chorei, refleti...caramba.
Você é uma vertente de emoções, furacão..rsrs
Obrigada

Beijossss

Danny - chega, vou dormir! rs disse...

Aeeeeee!!!!! Parabéns pro Ugo!
Delícia de viagem, hein!
Você esteve aqui!!!!!!

Anônimo disse...

Menina, boa volta... Cuide-se!
Ronaldo Faria

Tatiana disse...

Xará,
Bommsaber que te emocionei..seja lá da forma que for...às vezes tenho vontade de apagar isso aqui, acabar com esta catarse pública, me reservar mais...
mas aí tem horas que eu acho que essa minha " caixa de pandora" serve para outros. vendo minhas tristezas e alegrias, meus ataques, meus acessos, de alguma forma pode ajudar, fazer rir, quebrar couraças..sei lá...não importa...
aí eu continuo...
Então, seu comentário me instiga a continuar.
E eu te agradeço por isso.
Muito obrigada

Tatiana disse...

Danny,
Passei na corerida por aí, mas na volta a gente senta e canta!

Tatiana disse...

Ronaldo
Cheguei, chegando!