quinta-feira, 3 de janeiro de 2008

Minha terra. Sua terra

Salvador é meu lar. Aqui me criei, cresci, virei mulher, virei gente. Minha terra cheia de mar, cheia de cheiros bons e fortes.
Tô cheia de passado dentro de mim.
Tô cheia de amor. Amor por todos os lados, por tantas pessoas, amor...eu transbordo amor porque to feliz e to na miha terra.
É tua terra também porque é Brasil.
Meu Brasil. Seu Brasil.
Tô feliz porque to aqui na minha terra-Bahia, cheia dos orixás, cheia das mandingas, dos ritos, magia por todo lado. E eu aqui, fazendo as minhas também. Tô feliz e bronzeada! Vida boa e besta essa!

Tocar outra vez em Salvador me emociona.
Cantar minhas canções diante do mar de Yemanjá é como mostrar aquela canção nova pra sua mãe e esperar a aprovação.
Entrar nas águas cristalinas é como estar no colo da Mãe.
Levo pelas minhas mãos outros queridos que nada conhecem da minha terra. Vem por aqui -digo eu - eu sei onde te levar, deixa eu te mostrar Salvador do jeito direito! Vem comigo!
Hoje até eu conheci uma praia que nunca tinha pisado os pés. Shangrilá. E é isso mesmo. Um paraíso no meio da cidade. Não paramos um minuto. Piatã, Pituaçu, Lagoa do Abaeté, Stella Maris, Rio Vermelho, Graça, Avenida Sete, Praia do Forte...acarajé, bolinho de estudante, lambreta, caldo de camarão...Vi uma cara de nojinho aparecendo no rosto dos meus queridos, ams assim que saborearam...lamberam o prato! hahahhahahahah
Isso aí...vem com a Tata, vem...ai que delícia....
E lá vamos nós, sempre tão bem recebidos. Como agradecer a Caluadinha e sua família? Não tem como. Ver os fogos do ano novo estourado do nosso lado, champanhe e rosas nas mãos, mesa farta, amigos de tantos anos, tanta história, todos ali de braços abertos. Lindo!
Eu caminhando pela cidade como se nunca tivesse aprtido, mesmo com os novos túneis e passagens que no meu tempo não havia, mesmo assim, eu chego onde quero e abro portas do povo da minha cidade.
Meu coração de divide entre Campinas e Salvador. Amor é assim. Não se explica, né?

Coitado daquele que não tem memória.
Pobre daquele que não tem amor.
Miserável quem não pode se dizer de terra alguma.

8 comentários:

Ana Paula Marsigli disse...

Miserável da gente que sabe que ia ser feliz lá, aqui e acolá, rs... hahaha
Tanto chão nesse Brasilzão pra conhecer, nossa.
Mas, olha... tô emocionada de saber de tudo isso que tu tá sentindo aí na sua terra, nossa terra... Que eu nunca te contei, mas, nasci pra morar na bahia viu minha filha, rs...
O Bruno me falou o dia que eu tava em Campinas, uma coisa que me tocou muito. Uma clara explanação de algo tão simples e ao mesmo tempo tão confuso. O Brasil é cada um. Cada Brasileiro.
Isso foi um tapa nas idéias, e nas convicções, de uma forma boa - é claro.
Senti o mesmo quanto passei por aqui, hoje. O Brasil somos nós, eu, você e todos aqueles que o sabem e o valorizam.
Um grande beijo, pra todos aí!

Marina F. disse...

querida, amei tua terra.
vi porque és tão porreta!
beijossss.

Emerson disse...

Saudades de vcs seus porra!

Vivien Morgato : disse...

eu amo salvador,seus negões dionisíacos e suas pimentas.;0)

Lord Broken Pottery disse...

Tatiana,
Tenho uma relação afetiva enorme com Salvador. Lá passei minhas melhores férias, durante muitos anos, todo ano. Ter parente morando em Salvador sempre foi o objeto de desejo da garotada de Sampa. Chegava novembro e me mandava pra casa de minha tia na Pituba. Quem nunca botou uma mortalha e saiu num bloco no carnaval, não viveu. Quem nunca comeu o acarajé da Chica, no largo da Pituba, também. Salvador confunde-se com minha juventude. Lembro então os versos de Gil, em sua melhor fase:

Na terra em que o mar não bate
Não bate o meu coração
O mar onde o céu flutua
Onde nasce o sol e a lua
E acaba o caminho do chão.

Nasci numa onda verde
Na espuma me batizei
Vim trazido numa rede
Na areia me enterrarei
Na areia me enterrarei

O resto esqueci, mas da Bahia não esqueço nunca.
Grande beijo

tali disse...

'inda conheço Salvadô!

E Campinas também...

E Tatiana, e Carô!

Anônimo disse...

Que farra boa!!!!!!!!!!

FELIZ 2008.

Enquanto esta no calor da Bahia eu gelo na Sibéria hahahahha fazer o que?

Abraços

Morini

Danny Reis disse...

Tua terra é linda, viu? Tenho parentes em Salvador, já fui algumas vezes e morro de saudades... Tô louca pra voltar! Essa terra tem um quê de diferente, que não dá pra comparar. Não é questão de ser melhor ou pior. É a Bahia! Ela tem uma energia gostosa... Deve ser coisa dos orixás mesmo!
Curta bastante! E depois nos conte tudo!
Beijos!