sábado, 19 de janeiro de 2008

Amigos

A minha amiga ranzinza me dizia:
-Tô tão triste por isso tudo.
-O que que é isso? Não preciso de você triste do meu lado, porra! Preciso que você segure a minha onda quando eu fique mal! Preciso que você venha aqui em casa, me dê na cara, me de cafuné, faça café! Não preciso de você triste, mulher!
-Ah, mas eu não aceito isso! Esse isso, esse aquilo, essa vida fila da puta... ( um ataque de ranzinsice explosiva!)
-Fica assim não, minha amiga! Vai tudo dar certo para mim. Eu sei. Vai tudo dar certo para todas nós. A roda da vida só está girando. Fica triste não.
E nos abraçamos pelo msn e sorrimos juntas.

********************************

A mesma amiga me diz:
-Sabe Fulano? Precisa ver como ele trata Sicrana, aquele idiota. Fica esculhambando ela, desmerecendo. Na primeira oportunidade eu vou conversar sobre isso com ela.
-Puxa vida, que bosta! Mas deixe estar. Esse Fulano vai levar um susto. Vai saber quem é realmente a nossa amiga Sicrana.
E nessa mesma madrugada, Sicrana liga dizendo que Fulano está no hospital porque tomou alguma merda que fez ele quase morrer de tanto vomitar.
Quem tá cuidando de Fulano? Quem levou o hospital? Quem ficou horas lá? Quem tá cuidando dele hoje, comprando remédio, se preocupando?
Nossa amiga Sicrana.
Definitivamente, Fulano sabe quem é Sicrana.
Eu bem que disse. E ainda levou o susto.
Eita boca de se fudê, essa minha.

*************************

Desligo o telefone e minha voz ainda embarga.
Só deito outra vez do lado dele e um braço me envolve enquanto a única lágrima corre.
Não houve uma única palavra e, como por milagre, meus olhos secaram.
Não chorarei mais.

*************************

Amigos são assim.
Agradeço por tê-los porque assim nunca me sinto só.

6 comentários:

Vivien Morgato : disse...

e pra isso que serve mesmo.
Força por ai, ok?
beijos.

Danny Reis disse...

Eita, minha filha! Se você que é você chora, como é que fica a gente, ora????
Se cuida, muié!
Beijo!

Tatiana disse...

Vivien
Lembra a canção?
Um mantra, uma mantra

Tatiana disse...

Danny,
Uai, vocês ficam me dando tapinhas delicados no ombro e dizendo aquelas coisas de praxe...
e eu páro!!
perfeito, né?

Claudia Lyra disse...

Ai... só tendo amigos mesmo... carregam os pesos junto com a gente...

Danny disse...

Xi, não sei se cheguei muito tarde... Mas se é tapinha no ombro que você quer... Isso vai passar! Você bem sabe que vai passar!
Beijos!