segunda-feira, 27 de agosto de 2007

No Rio



Aí acabamos o show de Sampa e já seguimos, na mesma, noite para o Rio.
Imagine eu, mais de um metro e dez de perna, espremida no banco de trás, animadíssima, pilhadíssima. Louca para chegar logo.
Ana, Mau, eu e Ugo. Mais guitarra, baixo, violão, baixo de pau, mochilas, caixa de cd, dvd, sacola de cabo, bolsinha de maquiagem...um bando de mambembe! Ai, adoro ser mambembe!
Chegamos no Rio com o dia claro e mais perdidos que cego em tiroteio. Por mim, a gente ia direto para praia, mas meus apelos foram ignorados de forma absurda. Não entendo esse povo. Dormir pra quê????? Durmo semana que vem...ninguém me deu bola.
Adriana Barreiros foi a anfitriã mais maravilhosa que alguém pode ter.
Uma confusão da porra. Invadimos a casa, a vida, uma loucura mesmo.
Na noite de sábado a casa dela estava cheia de gente. Todo mundo ali, violão na mão, música passando por todos os poros, compositores e cantores do Rio que eu não conhecia pessoalmente. Danny Reis ( tão querida, não é que foi mesmo?) , Denilson, Ricardo, Daniel Chaudon ( meu amigo lindo), Graziela ( adorável descoberta), Tony Pelosi.
Minha queridona Luhli saiu da toca e se juntou lá.
Eu falei tanta asneira, tanta besteira. Sem perceber, fui ficando levemente ...como posso dizer? Fiquei levemente bêbada mesmo. Aí deu um ataque de bobeira daqueles e perdi completamente a oportunidade de chegar no Rio como uma cantora classuda e diva.
Dormimos as três da matina. E as sete e meia eu já estava de pé, encorporada com o burrinho do Sherek
" Vamos na praia?"
"Quem quer ir na praia?"
" Não tá na hora de ir pra praia?"
Eu em cima do Ugo, sacudindo ele para acordar.
" Vamos na praia? Não quer ir na praia? Vai estar cheia a praia! EU QUERO IR PRA PRAIA!"
Caralho, vamos logo para praia!
E, é claro, fomos para a praia.
Me acabei dentro d'agua. Aliás, vele escrever aqui que em uma competição de natação, o Ugo perdeu. Como ele não está aqui para me desmentir, fica registrado isso para a posteridade. Ugo tomou pau na natação.
Dentro do mar eu sou a mais feliz das pessoas. Nos braços de minha Mãe, fiz todas as mandingas que sei fazer e até algumas que não sabia que sabia. Limpei a alma, limpei os olhos, limpei tudo.
Adriana, não satisfeita, ainda dizia:
" Agora é banho de cachoeira!"
E lá fomos nós para dentro da floresta da Tijuca molhar a cabeça nas águas de Oxum.
Voltamos para casa absolutamente renovados e prontos para o show.
O Mau bem que dizia.:" Para ser perfeito, este fim de semana precisava ter dois sábados e três domingos".
Verdade.
Sai em carreata para casa de Luhi conhecer a Aurora, filha de Júlia, neta de Luhli.
Corre pro local do show. Super alternativo. Uma delícia.
Olhe lá o povo que estava na casa da Adriana!
Daniel é um fofo. Canta tão lindo.
Graziela lindíssima. Jeitão de modelo, aquele sotaque charmoso de Minas.
Todo mundo junto.
Adorei o show!
Direto para a estrada outra vez.
Descobri que posso dormir no banco de trás de um carro em posições realmente exóticas, graças ao profundo alongamento que a yoga me dá.
Amanhecemos em Sampa.
Não dava ara pegar mais estrada.
Despencamos na casa de Ana e Mau e dormimos o sono dos justos.
Todo mundo exausto e feliz.
Valeu cada segundinho e eu quero voltar logo!
Rio!
Me chama outra vez que eu quero ir!!

Adriana, muto obrigada, viu?

5 comentários:

Adriana disse...

Venha, venha, venha! Volte! E eu vou! E a Dutra será nossa estrada do mágico de oz!!!
Ai, que foi bom demais! E to com uma baita crise de abstinência!
bjks de Nini

Tatiana disse...

Adriana, minha querida
Foi tão bom que eu to aqui ainda em estado de graça.
Eita fim de semana do cacete!
Adorei!
Eu vou voltar!
Ah, eu vou dar um jeito de voltar!

Marina F. disse...

Que linda que vc estava neste show!
beijo.

Anderson-kbça disse...

Por isso não largo essa cidade, todos falam mal, todos criticam, mas a curiosidade de estar aqui os trazem pra ca!!

Sua descrição me deixou imaginando cada passo, foi como ler aqueles livros em que ficamos viajando com o que o autor escreve.

Cá pra nós um fim de semana aqui, é sempre um fim de semana e ainda mais pelo o que vis com as pessoas certas.

Volte, volte sempre!!

Danny Reis disse...

Ô coisa boa!!! Volte sim, e logo! :)
Querida é você!
Um beijão com saudade!