domingo, 19 de agosto de 2007

Eu gosto das pessoas. Gosto de gente em geral.
Mas tem algumas coisas que eu não suporto.
Não suporto garçon que maltrata músico.
Não suporto gente que maltrata garçon.
Não suporto desrespeito.
Não suporto mentira.
Não suporto grosseria desnecesária.
Mas o que eu mais abomino é quem não tem coragem. Os covardes têm todo o meus desprezo. Aqueles que não falam na cara, aqueles que me beijam quando queriam morder minha orelha.
Odeio a dissimulação.
Quem faz fofoca só para distribuir a discórdia e a desconfiança.
E com essas pessoas, eu não tenho paciência nem misericórdia.
Peço, simplesmente, que sumam de meu caminho.
Peço que saiam de perto de mim.
Porque quem tem pitbull como guardião, tem dificuldade de segurar a coleira em horas de briga.
Meus pitbulls andam soltos do meu lado e se eles atacarem, eu não vou conseguir segurar, especialmente porque não tô com a mínima vontade de segurá-los.
Então, criatura, me esqueça. Não fale meu nome por aí.
Não se meta comigo, nem com os meus porque eu posso ser uma pessoa ótima e bem humorada. Posso ter arroubos de generosidade, mas eu quando preciso bater, não consigo medir a força da porrada.
E quem anda comigo, nestes anos todos de noite e boêmia, essa galera que segura a minha onda nas madrugadas, esse povo que vagueia nas sombras e que gosta de mim, que me protege, que me resguarda, essa galera não me pede autorização para agir quando acham que está na hora de ação.
Então, me mantenha fora disso tudo, antes que a coisa feda ainda mais.
Me esqueça e coloque sua frustação, sua inveja, sua maledicência, sua falsidade bem no meio do olho do teu cu.
Sim. Isso é um recado. Direto e claro. Mais claro impossível, né?
Suma de mim.

11 comentários:

Ana Paula disse...

ê carai...

Anônimo disse...

que suma!!!

Vivien Morgato : disse...

eu to bebendo água benta, querida, Vai nessa também!!!
cade meus cds autografados??? beijos.

Anônimo disse...

Ameaça braba, hein?

Claudia Lyra disse...

Ui! Mais claro, só com nome, RG e CPF da criatura...

Anônimo disse...

Assumir e nunca sumir.

Quisera ter metade da tua coragem e meia sorte desse tal...


Anonimamente,

Porque de nada valeria minha identidade

Marina F. disse...

Querida, tô ansiosa pro nosso show!!!! Vai ter email de divulgação?
beijo.

Adriana disse...

Nenê, respire fundo que vou pegar o plasil! rsrsrs

Ás vezes, só vomitando passa, né? Pronto, vomitou! Alívio... Vou buscar seu plasil, amiga! Cê vai se sentir bem melhor agora!

bjks de Nini

Anônimo disse...

Calma, querida.
A fofoca é uma triste realidade.
A coisa certa e manter a distância mesmo. Com elegância e discrição.

sonekka disse...

pra que tanto ódio nesse coraçãozinho? rsrsrs

Tatiana disse...

Sonekkinha,
Não é ódio. Só se tem ódio quando se dá uma grande importância, quando pega em algum lugar muito sério.
Somente uma profunda irritação.
Uma rosnadinha somente.
Sabe cachorro quando quer avisar que não tá a fim de graça?
Pois é.
Uma rosnadinha somente.