quarta-feira, 18 de julho de 2007

Eu to sem um puto, meu cheque especial me comendo pelos os pés e palitando os dentes.
Tô sem faxineira e isso é um tal de lavar e varrer que realmente não tem glamour nenhum.
Tô me sentindo só sem os meninos aqui em casa, esse silêncio imenso que me perturba.
Tem aquela montanha de bosta de cachorro. Puta merda, aquela montanha de merda na chuva vira um pantano de bosta que eu mesma tenho que limpar.

Mas tem coisas boas também. Muito boas.
Tem minha música sendo cantada por outras vozes.
Tem meus projetos nascendo, o dvd e o infantil já estão na fábrica, tô parindo, minha gente, tô parindo.
Mais música sai de mim. Novos aprceiros aparecendo.
Meus amigos que me olham no olho e sorriem. O que seria de mim sem esses amigos? E eu tenho tantos amigos que me amam e que eu amo. Uma dádiva.
E tem aqueles abraços que duram imensos minutos, tem o afago nas costas, o sussurro no ouvido, o peito colado, os olhos úmidos, a certeza ali no coração, tem esse amor todo que me rodeia e me penetra, tem esse futuro que me encanta e a certeza que não ficarei só.

Aí, diante disso tudo, eu penso que dinheiro, eu ganho.
Coco de cachorro, eu limpo.
Saudade dos meninos, eu mato.
Porque o que importa mesmo é isso que eu sinto aqui dentro e muda tudo à minha volta.
Porque é um segudo que faz tudo mudar. É este instante de gloriosa alegria, de esperança verde que faz meu futuro mudar. Assim. Subitamente. Um lampejo somente. Essa felicidade que eu sinto agora que faz tudo mudar, me dá força, me dá fé, me dá coragem.
Eu to, literalmente, no meio da maior merda, mas to tão feliz que posso dizer:
Puta merda, papai do céu, obrigada por tudo!

8 comentários:

Vivien disse...

E sabe que fiquei pensando naquele projeto que vc falou pra fazermos juntas? Tb ando limpando bosta....rs...e essas coisas animam.;0)

Anônimo disse...

Querida, muitos e muitos projetos vêm por aí....você ainda vai conquistar muitas coisas bacanas, pode acreditar!
beijo da amiga.
Má F.

Ana Paula disse...

mas não é?
é como nosso queridíssimo Sonekka costuma dizer: "calma q as coisa vira, minha filha..."
:)

quina vida disse...

ah tatiana...

Ronaldo Faria disse...

Cuide-se! Sempre...

Adriana disse...

Somos almas calejadas, pras nossas dores, há uma couraça, uma fortaleza, e a certeza da transitoriedade. E então, mesmo na merda, a gente consegue enxergar a generosidade do universo rondando a gente. Coisa boa, sô!

bjks de Nini

Luciana Farias disse...

Você é feliz porque tem as riquezes que realmente importam nessa vida. E tem consciência disso!!!

Beijocas, querida!!!

Lord Broken Pottery disse...

Tati,
Legal ver alguém feliz, vibrando com o que está fazendo. Estou louco pra ver (ouvir) esse CD infantil.
Beijo