terça-feira, 2 de janeiro de 2007

Voltei. E agora?

Aí eu cheguei, morta de saudade de mim que estava aqui nesta casa. Um pedaço meu sempre fica em casa esperando.
Realmente, meio metro de merda úmida de cachorro. Minha saudade diminuiu um pouquinho, mas o que isso diante do amor canino, né?
Aí quilos e quilos de roupa suja de praia para lavar e cadê sol? Cadê varal coberto livre? Nenhum.
Mas eu ainda tenho roupa limpa no armário. Tudo bem. As calcinhas estão acabando, mas podemos nos libertar dessas modernidades. Pra que calcinha?
Aí eu vou tomar banho. Bum. Queima o chuveiro. Bem..é verão, tá chovendo mas é verão. Encaro um banho frio. Na primeira gota que escorre nas costas desisto do banho frio e vou botar panela no fogo para esquentar água.
Cadê balde? Não tem balde, tem roupa de molho que a besta aqui colocou quando chegou. Tá. Esvazio o balde. Preparo tudo e tomo um delicioso banho com cheiro de água sanitária. Ficou até muito bom, deixou aquele cheirinho de limpeza gostoso na pele. Pena que não tinha amaciante, daria aquele toque especial aveludado.Certo, assim também é bom.
E é até charmoso perguntar pras visitas:
-Quer que eu te prepare o banho?
Bonito, né? Meio gueixa, meio mucama do engenho. Legal, super legal mesmo. Adoro esquentar água e carregar panela fervendo pro banheiro, sempre pinga no meu pé e meus pulos, com a panela nas mãos é um tipo de exercício físico também. Muito bom para queimar os excessos do fim do ano.
O gato tá louco. Não gosta de comida requentada. Em linguagem felina, ração que fica muito tempo fora do pote, perde o cheiro e ele não come. Fresco pra cacete.
Me rouba o bife do almoço, desisto de correr atrás dele, na chuva, por medo de me afogar no mar de coco de cachorro. Fica com esta bosta, seu glutão.
A cachorra rouba o bife do gato. Está com ração molhada, tá com fome.
Saio, vou ao mercado, esqueço o que tenho que comprar e volto pra casa com sessenta reais a menos e não comprei as rações.
Acaba o papel higiêncio. Não sabia que estava acabando. Ainda temos os guardanapos, não é verdade? Depois dele, só tem papel alumínio, não sei se dá certo, mas pelo menos teremos uma bunda radiante!
Tem que pensar positivo.
Vixe, sem café também.
Tem nescafé, mas tem bolor no nescafé. Bosta. Café é por demais excitante. Melhor água.
Não tem água no filtro.
Tá certo, encho e daqui a algumas horas tem água no filtro.
O gato volto puto pra casa com uma barata na boca. Joga no meu pé de birra, é claro, por causa do roubo do bife. Mas não fui eu, seu cretino, foi a cachorra que te roubou o bife! Dá a barata pra ela, ora! - Grito um tanto desequilibrada do alto da cadeira do computador.
Noite fria, chuvinha caindo. Vamos colocar um velinha perfumada para dar um clima, né? Aquela coisa toda, a luz de vezas, é chuvinha pra cá, cigarrinho pra lá. Esqueço de apagar a vela e ela escorre no meu baú de madeira e queima a porra toda. Podia ter morrido queimada e nem vi. Acordaria do outro lado e nem me daria conta. Tá. O que são as coisas materiais diante da beleza dos encontros, não é verdade? Deixa pra lá. É só um baú lindo de morrer, todo antigo que agora tem um mmonte de cera grudada, uam cor mais escura aqui e acolá. Ficou bom, meio moderno, meio, sei lá, de vanguarda. Agora eu tenho um baú vanguardista. Adoro vanguarda no baú. Adoro.
Uma amiga de vinte anos resolve ter um blog e jura que é para contar tudo que não é contado. Nossa, que maravilha. Adoro ver as pessoas se expressando assim, né? Bonito. Tá lá, no primeiro dia de blog a fotona bem grande da amiga aqui. Um pressentimento ruim passa por mim, mas eu mando embora. Quem sabe ela deiste, né verdade? Quem sabe ela esquece, vai saber, quem sabe ela nunca mais ache os óculos e não consiga achar o teclado. tem que torcer, quem que vibrar!!!
Tá tudo bem, eu to administrando tudo muito bem, e to super calma, acabei de voltar da praia, to zen, to massa, mas eu juro pela a minnha bisavó mortinha das silva que se alguma coisa mais der errado, eu saio de casa e só volto no carnaval!

10 comentários:

Ronaldo Faria disse...

Bom retorno, sempre... Em 2007, cuide-se. Beijos.
Ronaldo Faria

Vivien disse...

vai dar tudo certo em 2007.....tem que dar, porque senão, eu me junto a vc na rebelião contra esse ano...rrs...beijos.

Anônimo disse...

Que em 2007 você consiga ter sua própria tico-tico! ;-P

Beijins...

Seja bem-vinda ao Cais!!!

pedro disse...

Deus do céu, que saudade de te ler.

Voltei, por tempo indeterminado.

Mamy disse...

Ai, puxa, quase tive um treco de rir... mas o pior foi disfarçar para meu chefe não perceber... amo isso aqui!

sonekka disse...

Quando leio seu blog fico achando minha vida muito sem graça:)

CLICK disse...

Um 2007 maravilhoso e muito sonoro !!!!

moacircaetano disse...

hehehehe...
um feliz 2007!!!!!!!!!!
(pelo menos, melhor que esse iniciozinho... rs...)

Carô disse...

Amore, você sabe que sou uma moça polida, jamais diria unzinho de nada sobre você (hahahahahahahaha)

Tudo que faço - e por aqui mesmo - é "refrescar" sua memória se você ameaçar virar uma velhinha careta, prometo 0:)

Beijo

Tatiana disse...

Tá certo, Carô, tá certo.
Ainda me resta alguma memória.