sábado, 16 de dezembro de 2006

Obrigada por ter um uninho massa que consegue carregar duas caixas de som, um cabeçote, um cubo de baixo, um cajon, ferragens de percussão, um pandeiro, pratos, caxixis em geral, uma sacola imensa e pesada de cabos, dois suportes de caixa, um pedestal, um baixo elétrico, um violão de aço e um violão de nylon. Além de minzinha com meus 1 e 75, mas o baixista com 1 e 93 e o percussionista com 1 e 86.
Coitado, mas aguentou bunitinho.

Obrigada por ter uma excelente resistência física. Tocar das 13 as 15 em Barueri, pegar estrada,chegar em casa, descansar um pouquinho, pegar mais estrada e tocar mais quatro horas. E ainda tô me achando ótima, super animadinha.

Obrigada por terem inventado o celular que toca no meio do show e me deixa com um sorriso besta nos lábios.

Obrigado pela Viações Cometa.

Obrigada por meus cachorros que rosnam para as sombras para me proteger.

Obrigada pelos trabalhos-surpresas que me tiram do buraco.

Obrigada por ter uma banda de homem grande que eu posso falar para um segurança escroto que não quis ajudar uma pobre mulher a carregar a aparelhagem para dentro da empresa: tão grande e tão inútil! E sair linda e rebolante nem dando bola para o grandão de terno e gravata com cara de bunda suja.

Obrigada pela comidinha em minha geladeira.

Pela louça suja na pia, mas é louça minha e de meu filho e é tão bom ter o que lavar assim.

Obrigada por ter perdido sete quilos. Isso foi massa mesmo!

Obrigada pelos meus filhos que não me dão dor de cabeça.

E obrigada por ter gente que gosta de mim e que eu gosto tanto, assim pertinho de mim.
Obrigada, obrigada e obrigada!

Obrigada pelos cheques que eu encontrei perdidos ainda sem depositar dentro da carteira. Esquecimento puro,

Obrigada por existir débito em conta.

Obrigada por eu carregar tanto peso, tanta caixa de som, tanto aparelho de som, violão e o escambau e meus braços serem mais rijos do que a maioria das mulheres de minha idade.

Obrigada por eu ter um cheque especial fiel e amigo

Obrigada pelo msn. Ai, o msn é uma coisa muito boa quando se tem distâncias.

Obrigada por tudo isso que me aconteceu e que vai acontecer.

Obrigadinha, viu???

PS: Só não agradeço por ter achado um ex no orkut e isso ter me desequilibrado, por ter achado ele ainda lindo como sempre, por não estar careca, gordo e torto, por saber que ele ainda namora aquele tapete persa medonho, por ele não deixar recados para eu fuçar e por ele ainda não sair completamente de mim e nem da memória da porra da minha pele. Bem que eu vinha tento esse pressentimento, bem que eu vinha sacando o lance, bem que eu estava intuindo essa merda desse fantasma do caralho que me acompanha há anos, bem que eu venho escrevendo essas coisas todas que eu nem sabia da onde. Puta que pariu o ganso, viu. EU NÃO AGRADEÇO PELO ORKUT. Maldito orkut de merda e essa minha mania de ficar pulando de página em página!!!!!
Não consigo achar nada de positivo nisso.

PS2: Ó, se você lê esse blog, sei lá, se me achou e tá lendo isso agora e tá se achando porque eu digo que você ainda mexe comigo, não fique metido a besta não, viu? Porque não é só de carne que se vive. Mantenha distância! DISTÂNCIA TOTAL!
Seu besta.

2 comentários:

Arnaldo disse...

Tatiana

Outro dia, comentando um post do meu blog, sobre a música Saudades da Guanabara, você disse que não a conhecia e que tinha vontade de.

Agora dá. Depois que o Bruno me ensinou a colocar música no blog, ela está lá, em 3 versões maravilhosas.

Cristiano disse...

As coisas vem e vão, vão e vem, não em vão...

Não em vão??

Que bosta!