quarta-feira, 1 de novembro de 2006

Por razão de força maior, neste feriado não escreverei.
Quem quiser, apareça no Vila de São Paulo, em Holambra. Será um prazer recebê-los.
Cantarei a canção nova, feita em parceria com Bruno Ribeiro.
Tá fresquinha, fresquinha, mas ainda canto ela muito mal. Insegurança, sabe?
Segue a letra que o filho da mãe fez, especialmente para mim.


Lua Diária
( Tatiana Rocha e Bruno Ribeiro)

Não chegue muito tarde, chegando não faça alarde
talvez eu durma, mas tenho insônia
Talvez eu morra sem cerimônia

É noite alta, me afogo em vinho
Você me falta, eu me aporrinho
Estrela imaginária, ponto de luz
Constelação em cruz, lua diária

Me venha no sonho, na onda do mar
No eco da concha, na mesa do bar
Me esqueça de tudo, me beije, me bata
Minha cachoeira no meio da mata
Me ponha na linha, com sua mirada
Que eu seja a bainha , você a espada.

5 comentários:

Gika disse...

Ai ai, até chorei. Linda canção.
Beijoks e ótimo feriado.

Vivien disse...

ah, quero ouvir! que dias vc estará lá? adorei.bj.

Bruno Ribeiro disse...

Tatiana, sua dislexa. Você sempre mudando as minhas letras!

Não é: "Me venha no sono, na água do mar"

O correto é: "Me venha no SONHO, na ONDA do mar"

De resto, tudo certim. Beijão, parceira!

Cristiano disse...

Bela canção.

Estou ouvindo sua parceria com Fernanda...Caixas Lacradas...lindo, lindo, querida.

Tatiana disse...

eu corrijo, eu corrijo!