sábado, 7 de outubro de 2006

AI , A SOLIDÃO VAI ACABAR COMIGO

Confessarei aqui que tenho sentido falta de uma barba me arranhando a pele. Essa coisa de estar solterérrima, sem namorado tem várias vantagens mas tem lá seus problemas também.

1-Noites frias.
As noites frias de primavera são bem chatas de se atravessar.
A solução: cobertores peludos e recém-lavados com amaciante e três travesseiros para agarrar. Ah, e meu gato Hermeto Pascoal ronronando para mim, uma bola peluda de amor explícito.

2-Coceira nas costas naquele lugar impossível de alcançar e que sempre os namorados faziam a caridade de resolver.
Solução: quina de porta. Fico me esfregando, o corpo sobe e desce, sobe e desce, as costas encostadas naquela abençoada quininha. Me lembra um pouco burro se coçando em cerca, mas não estou em condições de ter luxos. Chego até a fazer: ió ió ió.

3-Muita comida jogada fora.
Quem é que come todas os restos de tudo que tem na geladeira?
Solução: diminuir a quantidade e fazer a festa com a cachorrada.

4-A falta de alguém para brigar durante a TPM.
Isso é realmente terrível. Acabou o meu descarrego, acabou a liberação de endorfina. Com quem eu grito e choro agora?
Solução: Não tem solução. Tenho xingado bastante no trânsito, mandado muito neguinho tomar no cu, mas depois eu choro e peço desculpas, mesmo que o tal corno já tenha sumido de vista. Eu peço perdão por ser tão infantil e rezo por ele. Mas depois eu penso que reza é o caralho, vai se foder, tá parecendo que vai tirar a mãe do puteiro ( antes que tome gosto), pra que correr tanto, enfia a buzina no duodeno, meu filho, não tem seta???Comeu a seta? Pisca é só no Natal, né, filhadaputa! O que foi? O que que tá olhando? Não tá vendo que eu vou virar? Quer que eu faça o que? Voe???Ah, vai se foder, seu coco de mosquito. Se encostar na pintura eu desço do carro e te furo os olhos, soco o rímel no teu nariz e te obrigo a engolir todos os meus ob's e não deixo a cordinha para fora!!! Babaca!
Mas aí eu respiro e reflito que ele deve ser brocha mesmo, ter um pau mínimo e tara para comer o próprio rabo e relevo porque deve ser muito duro ser um bosta deste e ter que dirigir um carro e, então, o perdôo.
Isso me ajuda nos períodos de TPM.

5- Ter que carregar todos as sacolas do mercado.
Pô, isso é muito injusto.
Solução: pagar 50 centavos por cada sacola que o filho carrega. Mas tem que vir feliz, sem reclamar e sem qualquer demora.

6-Namorados ajudam a manter uns tarados mais distantes.
Solução: Dizer que agora eu entrei para uma religião que não me permite ficar perto de nenhum homem que não seja desta religião.
Ou dizer que agora quero fazer sucesso como cantora e virei sapatão. Essa é boa, todo mundo vai acreditar! Meu slogan será pinto? Nunca mais.
Uma vez eu estava tocando em um evento onde só tinha homem e um grudou de tal jeito que eu mal conseguia respirar para cantar. A saída que eu achei para fugir do convite insistente que ele me fazia para tomar um uísque depois era que eu estava tomando remédio. Sífilis, tá vendo essa feridinha aqui na boca? Pois é, tá quase sarando.
O cara sumiu de vez, pulando para longe. Essa é uma atitude radical, mas realmente funciona.

7- Luxúrias e pecadinhos
Nem lembro mais.
Solução: nada de filme romântico meio de sacanagem, nada de ler contos picantes, muito banho frio, caminhadas exaustivas, um tanque de roupa pra lavar e muita auto-suficiência.
E, em último caso, descolar uma amigo para te ajudar.
Ó, preciso de um favor, amigo é pra essas coisas, você tá aí, desimpedido, limpinho, eu não tô fazendo nada, você também...
Uma vez eu fiz isso. Eu estava há nove, NOVE meses sem nem segurar na mão. Cheguei pra um amigo e fiz uma proposta. Levei duas horas para convencer que eu não estava tirando um sarro da cara dele! Esse é o mau de ter um senso de humor escroto como o meu! O cara não acreditava! Tive que provar por A+ B que era quase uma utilidade pública!Me senti o próprio Lobo Mau convencendo a Chaupeuzinho. Mas como eu devia estar sob forte influência de praga de madrinha, quando saíamos do bar para executar meu plano libidinoso, um acidente medonho e ficamos, os dois, tirando gente ensangüentada de carro batido. Praga de madrinha. Cheguei há onze meses.

8- Depilação.
Que depilação???
Prazer, Dona Conga, a rainha das selvas.
Solução: Não se olhar no espelho, não resolver ir a clube, piscina ou cachoeira.
Abaixo a ditadura do bigodinho de Hitler!!!!
Depila tu, a virilha, meu filho. Quero ver se é homem, se tu güenta, se é foda!
E tenho dito.

Como eu sempre digo: para tudo tem uma solução. Mas tem que querer solucionar, né??

5 comentários:

Mamy disse...

Hahahahaha... amei suas soluções, principalmente a pra TPM. Tá, tudo bem que não estou solteira (aliás, sou casada há muito tempo, muito tempo mesmo), mas ainda assim tem muito ali que posso aplicar na minha vida. Beijos.

quina vida disse...

ah... estes amores que nos fazem falta né?

Ronaldo Faria disse...

A vida é a arte da adaptação. E a adaptação é a arte da vida.
Beijos. Cuide-se!
Ronaldo Faria

Gênero Cinematográfico disse...

Tatiana,
já tinha passado por aqui através do link de Vivien, tenho que dizer que ri demais...ótimo post.
abçs

Vivien disse...

Tati, assino embaixo em tuuuuudo........kkkkkkkk