sexta-feira, 7 de julho de 2006

Eu e os bichos que habitam em mim.


Elefante.
Eu realmente não esqueço.

Vaca
Rumino, rumino, rumino e um dia vomito tudo pra comer de novo. Nojento, eu sei. Mas fazer o que?

Gata
Posso atacar subitamente pelo simples prazer de caçar. E não como a minha caça. Só mato mesmo.

Cachorra
Não posso ver uma lata de lixo fedorenta. Mesmo tendo minha tigela cheia de ração, o lixo me atrai.

Mariposa
Eu sei que aquilo vai me ferrar mas a atração é maior do que posso resistir. Frito feliz.

Hiena
Sim...eu rio de minhas desgraças. Histericamente. Hienamente. Mas sempre me acho muito ridícula por rir assim de mim mesma.

Leoa
Não mexa com os meus. Eu sei que posso te machucar muito. E posso gostar. Minha versão de gata grande.

Porca
Vivo na merda e parece que acostumei.

Minhoca
Tem dias que a luz do sol pode me incomodar muito. Quero ficar ali, transformando meus restos em adubo bom e fértil. E ainda sou hermafrodita. Não preciso de ninguém nestes momentos. Eu resolvo tudo sozinha.

Pomba
Uma vontade incontrolável de cagar no ombro de alguém.

Égua
Livre, forte, na minha. E um coice que é uma arma.

Cangurua ( feminino de canguru)
Meus filhos ali dentro de mim. Mas quase fora. Mas ainda não totalmente fora.
Sem falaer naquela bolsinha que é tudo de útil.

Arara
Um por vez.
Mas posso passar a senha.

Ornitorrinca
É tudo tão estranho em mim. Uma coisa dali, oura daqui, uma misturança, uma esculhambaçao.
Eu sou uma esculhambação.

Formiga
Lavar, passar, dirigir, calcular, cantar, tocar, vender, varrer, mandar, arrumar, levar, buscar, negociar e ainda sorri.

Cigarra
Foda-se que o inverno tá chegando.

Abelha rainha
Nem precisa de explicação.

7 comentários:

Marcos disse...

Hiena.

Bruno Ribeiro disse...

Nunca corrija uma dama.

Tatiana disse...

Tá certo, tá certo.
Já corrigi.
um lapso.
Uma escorregadela.
A iompolgaçao da escrita.
Eu bem vi que minha hiena estava esquisita.
Bruno,
Você é um amor.
Marcos,
Você também, só que de outro jeito.

Dora W disse...

Hum.. gostei da idéia..!

Ronaldo Faria disse...

Viva o zoológico nosso de cada dia. Incluiria, para mim, o urubu, não por comer restos, mas por ser flamenguista. E a coruja, o ser mais notívago de todos.
Cuide-se
Ronaldo Faria

Vivien disse...

Vi vários dos meus próprios bichos...adorei,adorei.
Ô mulher que escreve bem!!!

Carlos disse...

Que POMBA legal vc. Tomara que a camisa do cara seja social e branca