domingo, 25 de junho de 2006

Nada pior é do que permitir que digam que somos menos do que realmente podemos ser.
Depois que damos liberdade para essa portura, temos que ter muita força de espírito para manter a linha e a referência.
Daí a grande importância de sabermos quem realmente somos. Se eu sei o meu exato tamanho não vou me abalar com um fulano ou sicrana me dizendo que eu sou uma merda de pessoa! Ou que um amigo me diga que eu sou aquilo que eu não sou. Ou ouvir que sou chata...ou má...Claro que se alguém disser que eu sou um tanto estúpida eu não poderei negar porque eu sei quem sou!
É indispensável mergulhar nos nossos pântanos, abrir os armários, tirar o pó do espelho e encarar aquela imagem refletida. A nossa imagem.
Assim não nos confundiremos com as falsas imagens que os outros tentam passar para nós.
Eu não sou o que os outros acham que eu sou.
Isso é muito importante.
Né, amiga?

6 comentários:

Paulinha disse...

Nada como um bom espelho para tirarmos nossas conclusões e deletarmos de nossa cabeça os "achismos" de gente que não tem o menor poder de julgar ou classificar ninguém.

Saudade docê

Beijos

Tay disse...

Não existe nada mais complicado que o ser humano...

Antes de olhar para outras pessoas e dizer o queelas são, deveriam olhar para si mesmo e ver seus defeitos...

Muito complicado!

Anônimo disse...

Isso, por um acaso, foi para esta pessoa que vos fala???? rs...

Te adoro!

beijos

Lígia

Dhaka disse...

É meu bem, o difícil é conseguir mergulhar dentro da gente e admitir que o espelho tá ali pra nos dizer a verdade, que ele é nosso amigo...
E que as falsas imagens que os falsos amigos passam pra gente não sejam reais... pois o ser humano é um ser complicado, persuasivo e ao mesmo tempo dependente dos outros...

Márcia Nestardo disse...

Tatiana, querida!
Você está certa em olhar no teu espelho de alma e deixar de lado as pinturas toscas que tentam inventar cores e impressões que você de fato não tem.
Mas não resisto a me colocar na tua frente como uma tigela de barro cheia de água onde você também pode se espiar.
Tua imagem vai parecer um pouco distante, misturada a cor de terra no fundo, um pouco ondulada pela tua respiração próxima, mas ainda assim poderá ver teu reflexo. Linda, intensa, honesta, justa e apaixonante.
Depois você volta a falar com teu espelho e conta pra ele que tem alguns traços novos pra ele aprender a te mostrar.
Adoro-te.

ariadne disse...

Ah, mas eu te acho de arrasar... E não esqueci do seu personagem, estou bolando ela aqui .

beijos!!