quinta-feira, 1 de junho de 2006

Eu acredito no Invisível.
Naquilo que é Inexplicado e misterioso.
Sei que existem outras realidades, outras freqüências, outras vibrações. E quando eu recebo um recado do além, eu trato de ouvir com ouvidos apurados e em pé. E o Além berrou no meu ouvido, como se eu fosse uma velha surda e caduca, um zumbido me acompanha desde então. O povo lá de cima nunca tem meio termo comigo. É tudo muito dramático e chocante.
Menina obediente que sou, acatarei tudinho que me foi orientado.
Sim, senhora. Faço tudinho, sim, Senhora.
Impressionante essas coisas que acontecem assim. Eu, no meio de um turbilhão danado, mil coisas acontecendo ao mesmo tempo, eu cansada de tanta confusão e, de repente, um chamado, um aviso, um colo de rezadeira mandinguenta, preta velha com olhos de mil anos e coração maior que o mundo. Um peito murcho e sábio derramando sabedoria e benção.
Tem um tipo de carinho que só os antigos de alma sabem dar.
Cresci na Bahia, estou acostumada com o místico entrando pela porta da nossa casa, mas, ainda assim, me impressiono com a sincronicidade das coisas e com a benevolências dos céus comigo.
Como já disse outras vezes, sou uma crédula. Acredito em santos, anjos, entidades, orixas, espíritos da mata, elementais, saci-pererê e na bondade do mundo. E quando recebo um recado desses, um aviso desses, só posso mesmo agradecer. Parece que sinto o peso das asas sobre meus ombros, a sombra divina na minha cabeça me protegendo do sol escaldante, do calor e cansaço.
Sinto o cheiro de erva fresca limpando a casa e o espírito.
Sinto o calor de mil velas acesas no alto dos céus e iluminando os caminhos.
Sinto o beijo da Mãe Celestial que beija a face da mãe da terra.
A mão da irmã vibrando sobre mim.
Só presentes.
É...
Não dá para não agradecer!!

5 comentários:

Marina disse...

Recebeu meu email com o roteiro? Vamos trabalhar?
beijos.
Marina

Anônimo disse...

Fostes abençoada pelo terreiro inteiro.
Oxalá meu pai

Ronaldo Faria disse...

Como ex-macumbeiro, só posso desejar-lhe bons fluídos na luz dos pretos velhos. Como atual descrente e ateu, também lhe desejo os melhores fluídos deste mundo. Saudades de você no meu canto, mas sei que tens mais o que fazer. Cuide-se. Sempre. Saravá!
Ronaldo Faria

Anônimo disse...

Saravá, saravá..... ee ee...

Karina Filippo disse...

puxa falando em sincronias e sintonias...acabo de descobrir teu blog. Indicação!!
Leio o post de cima, e o debaixo, dia dos namorados e o figura lhe mostrando a lingua, ai volto ao que eu estava escrevendo..acabo, volto aqui e me deparo com isso.
CARAMBA!!! as vezes a gente lê coisas q parecem q foram escritas pra gente.
Desculpa a invasão e o relato...sou assim meio derramada!!!
gostei, voltarei sempre!!
Saravá...