quarta-feira, 23 de novembro de 2005

que merda de humanidade é esta?

Hoje eu soube, por uma colega de trabalho, que uma menininha de 9 anos, filha de um conhecido desta colega, foi seqüestrada e a cada 48 horas os sequestradores enviam um dedo para o pai, forçando, assim, o pagamento do resgate. Já mandaram três dedos e ainda têm o requinte sádico de gravar a cena e enviar a fita junto com o dedo decepado.
Por mais que eu tente, eu não consigo entender isso! Como uma pessoa pode fazer tanta maldade, trazer tanto sofrimento, fazer uma garotinha que deve estar apavorada sofrer deste jeito? Como alguém não sente piedade, não amolece, não se recusa a tanta barbárie???
Eu não consigo entender. Que coração é esse, meu Pai? Que merda de gente é essa??
Minha colega tinha o coração apertado quando me contava a história macabra. Ela é mãe e nós, mães, sentimos no corpo o sofrimento de outra mãe e de outro pai. Essa história tá na minha cabeça. Não páro de pensar no sofrimento dessa família e do medo de que, depois disso tudo, depois que se pague esta bosta de resgate, a menininha apareça morta.
E isso tudo porque o pai fez uma grande venda, uma propriedade da família. Assim que a compra se concretizou, o sequestro aconteceu. Ter dinheiro não é pecado, o mundo é injusto na sua distribuição de renda, mas fazer uma coisa dessas é completamente incompreensível para mim.
Me vejo diante de Deus, perguntando:
- Pai, por que que tem gente assim, com tanta maldade e ganância?
E vejo Deus abaixar os olhos e me responder:
- Não sei. Realmente, não sei.

Choro como choraram tantas mães e ainda chorarão outras por séculos e séculos.

2 comentários:

ENI disse...

aDOREI SEU ESPAÇO, VIREI SEMPRE VISITAR, PASSA TB NO MEU, E NÃO DEIXE DE COMENTAR...OK
BJ
ENI
http://enigma2005.zip.net/

Bruno Ribeiro disse...

Tati, querida, a violência do seqüestro é incompreensível, sobretudo porque ela se destina a tirar o dinheiro de uns para enriquecer outros. Não é um seqüestro político, a causa não é nobre, muito pelo contrário: é tão injusta e tão capitalista quanto a acumulação de bens. Condeno veementemente um ato bárbaro desses, ainda mais envolvendo uma criança. Um adulto que não se comove diante do choro de uma criança não merece piedade. Isso já não é fruto da sociedade injusta e desigual, é fruto de ganância, maldade, egoísmo e sede de poder. Para mim o mundo acabou, não acredito mais na redenção humana. É triste, mas não acredito mais.