sábado, 19 de novembro de 2005

FADA, BRUXA E PIRILAMPO

Sempre digo que minha vida é recheada de grandes mulheres.Adoro conviver com elas, adoro tentar entender a forma que uma mulher pensa e sente o mundo, e mesmo eu, mulher que sou, sinto dificuldade para o feito e fascínio.
Eu, Taïs e Adriana estamos bolando um show somente com composições de pessoas de Campinas. Muitos cd's para ouvir, muitas músicas para entender. Muito trabalho pela frente mesmo, escolher repertório, escrever roteiro, definir arranjos, tirar o tom exato para cada música, sacar a melhor canção para cada uma cantar, pensar no que se quer fazer com tudo isso.
E o barato é essa mistura. Eu e Taïs no estilo ranca-toco. Quando menos se espera, vé vem a frase tijolada bem no meio da fuça! TUM!!!
Como eu disse, ela faz a linha Fada Má e eu a da Bruxa Boa. Tais é uma delicadeza só. Vem saltitando no seu vestido vaporoso, balança sua varinha de condão e diz:
- Vire merda! PLIM!!!
E a merda se faz!!! Sai voando toda lépida e eficiente, Dona Taïs, a fada.
Eu, um poço de truculência, com minha verrugona na ponta do nariz, meu vestidão velho e mofento, sentadinha no banquinho baixo, palitando os dentes com a unha de morcego, digo:
-É, minha querida. Já era merda mesmo. Só que não sabia. Viu, só? Voltou a sua essência verdadeira...que lindo isso, né? Não é mágico, místico e límpido???
E levanto o corpo apoiando nos joelhos, vou coçando a bunda e rindo alto um palavrão bem cabeludo enquanto pulo o monte de merda.
Adriana no meio dessas duas corre pra lá e pra cá, porque tem energia pra acender o Maracanã, pensando, refletindo, ponderando, negando, aceitando para voltar ao primeiro estágio outra vez! Um dínamo.
- Mas o que é a merda, minha gente? Será que merda é merda, ou será que é adubo? Eu não sei, sei lá. Eu penso aqui que pode existir mil maneiras de se ser merda e adubo nesse momento. Ou talvez, quem sabe, não. Né??
Os olhos deixando escorrer a Alma inquieta e Adriana abre a boca e canta tão lindamente a palavra MERDA que a gente se esquece do que estava falando.

Uma fada, uma bruxa e uma pirilampo!!!!
Fascinante esses encontros de mulheres.
Fascinantes.

Um comentário:

Maurício disse...

esse show eu quero ver!