segunda-feira, 7 de novembro de 2005

5° Concurso Maldito- ORKUT- Blogueiros Malditos- Tema Clichês

" Era uma vez uma moça muito pobre que trabalhava no telemarketing ativo da Vivo. Sua vida era difícil e , para piorar, a mulher de seu pai era um saco e fazia da vida dela um inferno. Seus únicos momentos de felicidade era quando encontrava Valter, moto boy da empresa, um sujeito simples, meio gordo, que tinha o rego da bunda eternamente aparecendo, mas Maria das Dores via nele seu príncipe encantado e sua moto velha e enferrujada, o cavalo branco.
Um dia, conversando com o namorado, desabafou:
-Não aguento mais essa vida! Minha madrasta é uma véia mal comida! Qualquer dia perco a cabeça!
Valter com medo de perder sua bem amada, arranjou um trabalho de diarista que dorme no emprego em um bairro chique da cidade. Era a oportunidade de sair de baixo do mesmo teto da megera e poder ter paz, quem sabe casar, constituir família.
Maria das Dores foi trabalhar toda feliz. Seus dias passavam como o ferro a vapor passava os vestidos da madame.Lavava roupa todo dia, que agonia, mas gostava! Os outros empregados, o mordomo e a cozinheira, eram maravilhosos e ela, finalmente, era feliz dormindo nos quartinhos do fundo com TV a cabo onde Valter podia subir pela janela e ter tórridas noites de amor ao som do melô do fogão.
Tudo ia bem até que uma grande desgraça se abateu sobre a Mansão.
A Madame fora assassinada em plena luz do dia na biblioteca com um candelabro! Uma tragédia! ( tchan tchan tchan tchan).
Durante o inquérito descobriram que o mordomo era o culpado. Tinha planejado friamente uma forma de eliminar a patroa para poder ficar com a herança que a tonta da Madame fez a besteira de dizer que seria dos fiéis serviçais.
Com o Mordomo preso, a patroa morta, toda a bolada foi para Maria das Dores e a para a cozinheira. Vários milhões de dolares as faziam rir de orelha á orelha. Menos no velório. Aí elas choraram com a ajuda de cristal japonês.
Quando Valter soube da reviravolta na vida de sua bem amada, montou na sua moto, o vento frio lhe resfriando o rego e foi, todo feliz ao seu encontro catando Moreira da Silva: Etelvina, acertei no milhar, ganhei duzentos contos não vou mais trabalhar...
Qual a sua surpresa quando foi rejeitado como um cão sarnento.
- Por quê? Mas por quê? - berrava aos prantos enquanto os novos seguranças o arrastavam para fora.
- Sabe o que é Valter? Detesto clichê...Acho um saco mesmo, uma falta de imaginação. Não tava a fim desse final óbvio então peguei a grana e me atraquei aqui com a cozinheira Maria, negona porreta, boa de forno e fogão, que tá tão rica quanto eu e agora vamos morar juntas nessa mansão. Mudei, meu filho! O chique hoje é ser lesbian.!!!Lesbian é chique!!!!
- Mas eu te dei os melhores anos de minha vida, Maria das Dores! Ninguém nunca, jamais te amará como eu te amo, Maria das Dores! Eu vou dormir na praça, Maria das Dores! Sou um cara carente! Eu te amo!!!!! Amoooooo! Amoooooooooooooooooo!!
E Maria das Dores foi se embora alisando a bunda da Nega Maria que ria e ria, ria, enquanto cantarolava olhando a Nega Maria nos olhos ( mas a mão na bunda!):
tive sim..outro grande amor antes do teu, tive sim....
Valter se jogou, de moto e tudo, do alto do viaduto e morreu na contra-mão atrapalhando o tráfego.
No tumulto veio camelô vender pastel, cordão e perfume barato. Quatro horas da manhã baixou o santo na porta-bandeira e a moçada resolver parar.
Em vez de prece uma praga de alguém.
Tá lá o corpo estendido no chão."

Citações musicais:

Dako é bom - Tati Quebra Barraco
Juventude Transviada - Luis Melodia
Tcha Tchan Tchan Tchan - vinheta de terror.
Acertei no milhar -Wilson Batista e Geraldo Pereira
Dormi na praça- Bruno e Marrone.
Construção-Chico Buarque
Tive sim - Cartola
De frente pro crime - João Bosco

9 comentários:

Miguel disse...

que texto maluco!
como vc!!

Paula disse...

hahaha
Tô passando mal de tanto rir. Foi o mais criativo que li até agora, massa demais.

Tatiana Rocha disse...

Que viagem, Tati, vc tomou o que menina, a pinga de Eduardo? Adorei, ri de morrer, acharam q eu tb tinha tomado umas, me viram rindo feito uma louca, sozinha a frente do computador.....

Marlon Magno disse...

Boa, parece aquelas novelinhas publicadas no jornal O DIA, hahahahahahaha..eita concurso porreta esse...

Paulitcha disse...

Tati du céu...

Eu não consigo parar de rir do Click.
Ele colocou a "cobertura" do Lançamento lá.
Não esquece de clicar em todos os links.
Eta nego criativo demais.
Cuidado com o coração aí... hehehe

Pedro Camargos disse...

Divertido. Muito bom.

Lu disse...

Seus textos são ótimos!!!!

Tito L. disse...

Porra, teu texto é lindo. narrativa maravilhosa.
TE AMO!!!

você hoje ganhou mais um fã.

beijos e boa sorte.

CLICK disse...

CONSTRUÇÃO MARAVILHOSA ! Vc é mesmo COISA RARA !