domingo, 30 de outubro de 2005

o inferno é um show que nunca acaba. O resto da eternidade ouvindo pop rock de adolecente, a bateria é o tritão do próprio diabo e a guitarra é a sua gargalhada.

5 comentários:

Paula disse...

Que loucura aquilo não?
Mas concordei plenamente com o resultado final, se bem que meu favorito era Torre de Babel.
Hoje ligaram para o Rapha e passaram a classificação final, ele ficou em 6o.
Massa demais, fiquei muito feliz, ao final concorrendo com 20 bandas e ainda sendo os mais novos e inexperientes, foi excelente.

Beijos e uma ótima semana.

tHomaz disse...

Deveria ter uma citação explicando o que quer dizer esse tipo de coisa, que a pessoa ou escreve pra dentro ou pra só pessoas inteligentes entenderem(não é o meu caso)... =|

CLICK disse...

Então foi melhor que o FESTIVAL NA NOVA MUSICA DA TV CULTURA né ?
Achei uma bosta o resultado final..inda acredito muito na Voz do povo é a voz de Deus ! Beijão

tiago disse...

que síntese fantástica, moça. parabéns pelo blog. voltarei. beijo.

Bruno Ribeiro disse...

Perfeito! E o diabo é a cara do Humberto Guessinger.