domingo, 13 de dezembro de 2009

a volta

A viagem termina e eu tenho tanta história pra contar que sei que não contarei quase nada.
Algumas coisas aconteceram dentro de mim. Meu Deus, como eu me conheci, como eu fui fundo na minha humanidade, na minha natureza. Algumas coisas que eu vi em mim mesma me deram orgulho, outras não.
As cidades passam e eu nem consigo lembrar o nome de todas elas. Mas me lembro da gentilieza das pessoas, dos encontros mágicos, dos momentos de paz e conforto. Nunca dei tanto valor a um banho bom, a uma cama que eu caiba dentro dela, a um chamego no pé do pescoço.
Quebrei o pau na viagem, era inevitável ter um pega pra capar. Tive dois sérios e um mais ou menos. Descobri que eu tenho um controle filadaputa porque eu quase que fiz uma asneira e desci a porrada e depois eu iria ficar mal com a situação. Pssar por TPM dentro de um ônibus socado de gente é realmenhte uma prova de fogo. Pros outros.
Fiz amigos que eu vou querer manter por perto e outras pessoas vou manter uma distância segura.
Entendi que a idade é uma benção mesmo. Muitas coisas que aconteceram e que não me abalaram foi porque eu tinha mais experiência que outros.
Aprendi a me recolher dentro d emim mesmo e buscar solidão por necessidade de sanidade.
Confirmei que eu posso ser muito, muito decidida, teimosa e "braço duro". Não pise no meu calo, nem perca a minha confiança. Pode ser fatal.
Senti muita saudade de meus filhos, de meus amigos queridos, de minah casa, de minah comida, de meus cachorros, de dirigir meu carro, de ver filme e jornal nacional. Mentira. Jornal Nacional não senti falta alguma. Só tragédia.
Não sei oq eu será de mim daqui pra frente. Não sei o que o fuuro reserva para mim.
Só sei que quero o novo, o ainda a se descobrir. Quero mudanças, quero riscos, quero dinheiro, quero amor, quero aventura, quero música, quero saúde.
Aliás, falando em saúde...bicho, tenho que agradecer a forma físicda que a natureza me deu porque o corpo sofre nessas viagens, viu? Cruzes...todo mundo podre.
Ó...volto daqui a pouco pra casa.

5 comentários:

Carô disse...

Vai ter comidinha caseira te esperando, dois cachorros loucos e um meio, todos morrendo de saudades (eu inclusive). Se você não chegar até sexta eu e Juju estamos indo te buscar. Pronto. :D

Morena disse...

Volta logo, minha amiga. Estou sentindo muiiiiiiiiiiiiiito a tua falta!

Beijos

Marina F. disse...

Amiga, nas duas últimas semanas de janeiro estarei de férias! Uêba! Preciso tanto de um camping contigo! Vamos nessa?
bjsteloveyoumorrodesaudades.

Menininha bossa-nova disse...

Oba!!! Ainda bem que sexta eu entro em férias, porque sinto que você vai precisar de pelo menos umas 5 madrugadas pra contar todas as histórias... (depois de dormir por uma semana). Venha logo!

Ju Hilal disse...

:)