segunda-feira, 27 de abril de 2009

Enduro em Valinhos




Me desculpe alguns, mas eu nunca fui muito com os cornos de Valinhos. Logicamente um enduro lá não seria um dos melhores de jeito nenhum. Primeiro que é Valinhos. Nem tenho mais o que dizer. Valinhos. Segundo que foi um enduro dentro de uma merda que o povo chamava de "anapiê". "Trilha pelo anapiê", "siga margeando o anapiê". Anapiê é um canavial meio broxa. Um canavial xoxo, um matagal com nome francês. Só isso. Um monte de moita alta, tipo cana, que é feia pra cacete, não cheira a nada e só serve pra pertubar quem faz enduro. Ou seja, andamos como um bando de camelas no meio do canavial broxa mas metido a besta que é o anapiê e simplesmente nos perdemos, mas nos perdemos de uma forma que eu não me lembro nunca ter me perdido na vida. Nem na minha vida mesmo e olhe que eu sou foda. Um calor do cacete na moleira, eu que já tinha andado com água quase na cintura, meus pés fazendo fof, fof dentro da minha bota impermeável que de tão impermeável virou um balde de água podre, uma merda de uma mochila com um cantil que me cutucava a coluna, os passos completamente descontados, desorientados, perdidos também, tava todo mundo perdido, não sabia onde estava, pra onde ia, e aquele mundo de anipiê do caralho por todo o lado. Valinhos: a terra do anapiê. Vai tomar no cu!
A situação foi tão medonha que um monitor teve que ir com a gente. Eu queria mais que a Hilal dessa na cara dele em vez de deixar ele nos fazer passar um vexame desse de ser rebocada em pleno enduro. É o mesmo vexame de barco a vela chegar ao porto rebocado. Uma vergolha.
Hilal até que tentou argumentar com o monitor, explicar o por que que estávamos assim tão perdidas e soltou um " essa planilha tá mal feita", o monitor, bobo, biltre e besta, retruca com aquele arzinho superior que todo monitor tem: " na verdade é uma planilha muito técnica". Ou seja, o monitor tava se achando o conhecedor de planilha, o técnico na bagaça e nós, um bando de mulher perdida. Éramos mesmo, e daí? Quer dizer que ele nunca se perdeu pra caralho? Só a gente se perde pra caralho?Eu acho ele não podia falar assim com um bando de mulher perdida e com o orgulho feridérrimo. Quase enfiei um monte de anapiê no derriê dele. Ódio.
Ele reboca a gente.
A gente se perde de novo.
OUTRO monitor vai nos acompanhando com uma cara de pena, uma piedade tão terrivelmente humilhante que aquele filho de uma égua tinha por nós. Ai que vontade de me afogar na poça de lama! Não me afoguei.
Hilal estava toda murcha. Puta com aquela merda de planilha mal feita ( foi mal feita! muito mal feita!), eu jurando que eu morro seca aqui nesse monte de anipiê dos infernos mas não abandono a prova. E berrava: Loriiiiiiiii, corre, mulher! Luana, vem Luana! Vem, mulherada!
Louca. Eu tava louca.
Tudo bem. A gente já se ferrou mesmo. Nõa vai dar pra ganhar nada mas dá pra recuperar aqui, depois do posto de controle neutro onde podemos ficar 15 minutos descansando. A gente não descansa! Vamos beber rápido, socar umas melancias guela abaixo e vamos que vamos.
Fomos que fomos.
Fudemo-nos que fudemo-nos.
Um desastre total.
Arrasada...Acabada...Maltratada e trucidada.
Vamos embora dessa merda. PUTAS!
A mulher que fica anunciando quem chegou, dando as notícias do enduro, nunca antes teve um tom de voz tão desagradável.
Hilal, muito doida, foi tomar uma coca-cola e engole uma abelha. Muito mal educada, comeu e desperdiçou porque cuspiu. Quase me molha o mimoso pé. Pra completar me olha com aquela cara de quem comeu abelha e me fala:" Aiacho quetch abalha deipoxu o zefelão na minhaxa bocha!"
"O que, mulher?"
Não foi que a Hilal consegiu um ferrão de abelha no céu da boca?? Como, meu pai?? Engolindo uma abelha, lógico.
Já imaginei a cena toda! Eu correndo feito louca de um lado pro outro e a ambulância já tinha ido embora. Hilal começando a ter, bem ali na nossa frente, um choque anafilático e eu, porque numa coisa dessas só eu mesmo, metendo uma caneta bic na guela pra fazer uma tacreotomia. Luana dizendo " gente, que loucura", Lori pedindo calma que tudo vai dar certo. Sangue jorrando pra todo lado, a louca da locutora berrando no microfone " TEM UM MÉDICO NA MERDA DESTE ENDURO, PELOAMORDEDEUS!!ACUDAM, PORRA!
Juro por Deus que eu me vi socando uma caneta no pescoço da outra, sangue sujando a camisa novinha do enduro e eu tendo que dar uma de Magaiver com House.
Fudeu!
Nada. Aquela mulher é o demo. O ferrão é que não aguentou ela. Saiu o ferrão. No dedo, na marra! A abelha lá, mortinha, toda babada. Impressionante. Hilal tá agora por aí, falando mais que a muher da cobra e nem tá com a boca inchada. Continua comendo horrores, como sempre comeu. Comeu uma abelha, minha gente! Que mulher é essa?
Entramos no carro com aquela maior cara de coco, e quando estávamos passando na frenta da locutora, ela berra:
-E quem ganhou o vale no valor de R$50,00 reais do Outback? A EQUIPE SALAMINHO!
A gente ali, dentro do carro já indo embora, na frente da locutora, festejando um valezinho de cinquenta conto pra quatro pessoas como se fosse o troféu de primeiro lugar. A turma quis reclamar, dizendo que a gente estava indo embora e que não era justo. Nem demos bola. Arrancamos da mão da moça locutora, que agora estava com uma voz muito da melodiosa, os vales e fomos embora, super hiper mega felizes. Porque a gente é foda mesmo! Ganha mesmo. A gente não dá mole não, minha gente. A gente come até abelha...tá pensando o que?
E foi assim o enduro.
Ganhamos.
No fim, nós ganhamos.

Para superar essa trauma todo, meu dei um mimo que eu amei de paixão.
To nas nuvens. Me encontrei. Essa sou eu.






Se eu quiser roer a unha do dedão, eu consigo. Porque eu sou foda.
Duvido que aquele monitor bobo faça isso. Ele pode ler muito bem planilha, mas roer a unha do dedão...ah, meu filho, isso é pra poucos.

11 comentários:

Menininha bossa-nova disse...

Cristo!
Qualquer hora vou te passar o link do texto do meu terceiro enduro...

E amei as pantufas... mas tô esperando os vídeos de ontem!

Anapiê me lembru anarriê, hahahahaha...

Arnaldo disse...

Puta idéia de jirico se meter num negócio desses!

Ju Hilal disse...

Hahahahahahahaha
Foi foda. Ontem foi foda.
Nem me fale de anapiê...
Tô por aqui de anapiê. E de abelha.
Você achou mesmo que uma mísera picada de abelha no meu céu da boca me faria parar de comer? Ou de falar? Nada, menina. Talvez uma traqueostomia tivesse esse efeito, até sarar e eu sair por aí bonita com o meu camafeu de disfarce.
rs
A gente se ferra, é rebocado, come terra no anapiê...mas se diverte.
Beijão

Tatiana disse...

Tô baixando os videos.
Muito engraçado.

Tatiana disse...

Arnaldo
Concordo com você!

Tatiana disse...

Ju
Na próxima a gente tanha essa merda!

claudia lyra disse...

Porra, Tatiana, tô rindo pá cacete! Você é doida!

Ju Hilal disse...

É lógico que a gente ganha a próxima. Noturna ainda...vai ser lindo. Receber o troféu à luz da lua.
A não ser que tenha aquela porcaria de anapiê e a gente perca um PC, ou dois...hahahahahahahaha
Prepara a lanterninha.
Beijo

Tatiana disse...

Cláudia,
Doida mas com juízo!

Tatiana disse...

Ju,
Avante, Salaminho.
Eu tenho laterninha!! Eu tenho!

Anônimo disse...

Valinhos e´tão ruim assim? Eu hein!!!