terça-feira, 4 de novembro de 2008

Bruxices musicais

" Cai o Rei de Espadas
Cai o Rei de Ouros
Cai o Rei de Paus...Cai, não fica nada!"

Sonhei comigo cantando essa canção, um vestido vermelho até os pés e eu pisava em uma serpente que tentava me morder mas não conseguia. Mesmo assim eu cantava com vontade, cheia de intenção. Uma faca brilhava em minha mão e eu, no fim da canção, cortava a cabeça da serpente e ela saía, sem cabeça, pra longe de mim. Olhei nos olhos da cabeça da cobra e pedi: se afaste de mim, nem pense em meu nome.
Acordei com o sonho na cabeça e resolvi pegar o resto da letra da canção sonhada.


Nos dias de hoje é bom que se proteja
Ofereça a face pra quem quer que seja
Nos dias de hoje esteja tranqüilo
Haja o que houver pense nos seus filhos

Não ande nos bares, esqueça os amigos
Não pare nas praças, não corra perigo
Não fale do medo que temos da vida
Não ponha o dedo na nossa ferida

Nos dias de hoje não lhes dê motivo
Porque na verdade eu te quero vivo
Tenha paciência, Deus está contigo
Deus está conosco até o pescoço

Já está escrito, já está previsto
Por todas as videntes, pelas cartomantes
Tá tudo nas cartas, em todas as estrelas
No jogo dos búzios e nas profecias

Cai o rei de Espadas
Cai o rei de Ouros
Cai o rei de Paus
Cai, não fica nada!

E assim foi.
Já estava escrito.
E agora?
O que meus sonhos mostrarão?
Onde o destino vai atuar?
Já pressinto...mas ainda não identifiquei.

É só aguardar...só esperar.
Mas o aviso à serpente continua.
Fique longe de mim...é melhor pra você e para quem está perto de você.

2 comentários:

Morena disse...

Ai meu Deus .....
Tenho até medo .... alguém vai se "Fu". É a torre marcada no destino ( e não é no seu)se é que me entende ....

Anônimo disse...

ush, rupiei...
aNa.