quinta-feira, 18 de outubro de 2007

A merda generalizada

Lá fomos nós para a entrevista em Sampa.
Saimos cedo daqui, dava na boa para chegar. Vamos conversando, colocando as fofocas em dia, falando de projetos e tudo mais.
Pegamos a Marginal Pinheiros.
Qual é o caminho?
É reto aqui na Marginal até o caminho do aeroporto.
Não era por baixo?

Não. Não era. Passamos por cima quando era por baixo e caimos em uma estrada que dava em Osasco.
Osasco?
Como é que volta?
Pega algum retorno.
Pegamos.
Fomos parar no Rodo Anel.
Caramba. Nunca em toda a minha vida passei por ali.
Liga para um amigo que sabe andar em Sampa e ele dá algumas orientações mas como nem tinhamos idéia de onde estávamos, ficava difícil ele ajudar.
Conseguimos depois de muito tempo voltar a Marginal Pinheiros, ma passamos por algum lugar perto de Osasco antes. Certamente entramos em algum portal, não é possível um negócio desse!
Agora estamos certos. Temos que ir em direção ao aeroporto.
Escolhe, pra direita ou pra esquerda?
Esquerda.
Era para direita. Erramos outra vez.
Puta que me parou!
Roda, roda roda.
Acaba meu crédito no celular.
O horário estourado. Quatro e vinte e nós parados de baixo de uma obra da Marginal.
Vamos sair daqui, pelamordedeus.
Lá se foi o combustível.
Quero chorar.
Quatro e quarenta.
Põe combustível.
A maquininha do Visa não tá passando.
Como é que eu pago então,meu filho, tô sem um puto na mão, só tenho cartão?
Procura caixa. Acha caixa. Volta pra pagar.
Meu celular morre a bateria. Morre tudo.
Cinco horas.
Que faremos?
A gravação já foi.
Eu querendo chorar ainda mais.

Deu tudo errado.
Nestas hora eu odeio, odeio a merda de São Paulo.
Voltamos para Campinas sem dar a entrevista. Exaustos, fedidos, com aquela cara de idiota.
Deu saci nessa viagem.
Toninho...caramba..mil perdões...

4 comentários:

Vivien Morgato : disse...

Um dos meus primeiros posts foi sobre como eu sempre consigo cair em Osasco tentanto chegar em São paulo, um inferno.
Mas vcs vão dar entrevista de novo, não esquenta, isso acontece...saci ataca.
Joga sal grosso!!!!

Marina F. disse...

que merda!
também odeio este trânsito...

Casal vinte e um e meio!!! disse...

nossa, lendo seu post hoje, entendo porque meu tio odeia são paulo, mas odeia de verdade!! eita trânsito!!

abraço.

Bruno Ribeiro disse...

Você me fez sentir a tua agonia e a tua raiva. Eu não consigo entender como é que se pode viver num lugar assim.