sexta-feira, 29 de junho de 2007


É um fato.
Quando você sai com um sutiã de uma cor e a calcinha de outra, a coisa rola. Se você combina tudinho, aquela coisa toda arrumadinha, dá zica. Se está, então, com aquela calcinha velha, meia desbeiçada, ah, aí é que a coisa pega.

Se você tá parecendo a floresta amazônica, aí a oportunidade pra botar a piriquita pra voar acontece. Ou se você acaba de fazer a depilação, tá parecendo um abacaxi-rosa, mais sensível que coração de grávida, pronto, tem alguém para te desbravar as sensibilidades.

Isso me lembra uma vez que eu resolvi usar uma cinta-liga chiquérrima que tinha ganhado de presente. Aquelas para se usar com meia 7/8 que tem que ser presa no elastiquinho da cinta. Primeiro aquela porra me apertava horrores. Meus peitos quase impediam eu de ver o mundo de tão altos que ficavam, quase que meu nariz estava entre as tetas. Uns ferros super incômodos me apertando as costelas e aquele elástico com um gancho para prender na meia.
Saio eu de sapato alto, meia 7/8 e cinta liga. Vestido bárbaro cobrindo isso tudo.
Só que eu esqueci um detalhe. Minhas pernas tem 1 m e 10 de comprimento. A meia que devia ser 7/8 estava mais pra 6/8, e o elástico que segurava a bendita se esticando, se esticando, até que em determinado momento senti uma dor aguda na bunda. O elástico soltou a meia, resvalou na minha pobre bundinha e eu fiquei com duas meias de seda carérrimas caídas sobre meus tornozelos, quatro pedaços de elástico fazendo volume no vestido vaporoso e minha produção destruída.
Olhando assim de longe paracia o Garibaldo, lembram do Garibaldo do Vila Sésamo?? Pois é, eu me via o Garibaldo de meia nos tornozelos e cinta-liga. Sei lá porque me via assim, mas me via.
Lóooooooooooogico que foi um desastre a noite. Claro que ri até me acabar com a minha tragédia particular. Como não rir de uma situação dessas?
Óbvio que nunca mais saí na rua com um negócio daqueles. Tá até hoje aqui em casa, cheirando a guardado e enchendo meu armário.

Mas só confirma a minha teoria.
Quando se combina a calcinha co o sutião, ou quando se sai de cinta-liga e meia 7/8...nada dá certo.
Agora me responda você: por quê?

16 comentários:

anna v. disse...

Isso é uma verdade comprovada pela ciência! Conjuntinho novo de lingerie é o maior pé-frio que pode existir para uma mulher. Cinta-liga eu nunca usei, mas só pode ter sido um homem pra inventar que um visual que mais parece roupa de tortura é super sexy. E o pior é que nós mulheres embarcamos nessa viagem!

Anônimo disse...

Pq? Pq a mulher fica tão preocupada com a produção que não relaxa... e se não relaxa, não goza!
Ávida H.

Anderson-kbça disse...

huahauahuahua. Mas é isso, acontece com homens também... não se preocupe!!

concordo com anônimo, a mulher sair "vestida pra matar", a deixa aflita, ansiosa e ai não relaxa e com isso fica difícil gozar...

Lígia Moreli disse...

rolando de rir...rs

Tatiana disse...

Não relaxa e não goza porque não aparecem as oportunidades.
Só por isso.
É a maldição da combinação.

Adriana disse...

Minha amiga, é a lei de Murphy! Agora, aprendi uma coisa: homem que é homem, não se preocupa com a combinação da cor da calcinha com o sutiã, nem se tem meia, nem se tá peluda... ele quer é brincar no playground!
Cê num acha que tem homem que rola a mesma coisa? Que, justo no dia em que vc dá bola, ele tá com aquela cueca de palhacinho? OU então com a meia de 2 dias, com um chulé descomunal? Ou então com dread locks em volta do bilau? Cê pensa que não? rum... hahahahahaha
bjks,
Adri (m-música)

Luciana Farias disse...

Hahahahahaa!!!!

É como disse a Adri... Lei de Murphy, my dear.

Mais 7/8 não cabem em minhas pernonas, isso é... até cabem mas ficam umas coisas pra lá de feias, KAKAKAKAKA...

Deixei outra batata quente procê lá no EEEPA. Depois passa lá, ok???

beijão!!!!

Tatiana disse...

"dread locks em volta do bilau"
HAHAHAHHAHAHA
HAHAHHAHAHAHA
Mas eu nunca vi uma coisa dessas em minha vida.
Imagina se o cabra baixa as calças e tá lá um monte de trancinhas com fitas vermelhas?
hahahahahhahahahahah
Ou então com luzes caramelo?
hahahahahhahahahahaha
ai, quanta besteira.

Tatiana disse...

Luciana,
Hoje já existem meias 7/8 para o meu tamanho, mas naquela época não.
Aliás, já tive que usar muita meia calça que o fundilho fica lá em baixo porque as pernas eram curtas. Mas agora tudo mudou!
Feliz mente. Mas o trauma continua.Não uso 7/8 nem fudendo!

Vivien disse...

por isso eu gosto de filme antigo: as mulheres são sempre lindas, fatais, cheias de classe, irretocáveis.
Nada parecido conosco.;0)
beijos e tem voto pra vc lá em Casa.

Claudia Lyra disse...

Sem contar que pinta muita coisa também quando tu já está comprometida. Fala sério!!! Quando a gente tá sozinha é aquele marasmo, parece até que somos invisíveis. Mas basta a gente se arrumar com alguém, aff... como chove na horta!

Morena disse...

Concordo com todos os comentários acima e, diante disso, vou passar a usar calcinha furada. Quem sabe rola.

Tatiana disse...

Morena,
Sem calcinh! Sem calcinha dá certo.
A Adriana Galisteu não uso e tá sempre muito bem acompanhada!

Anônimo disse...

É que vcs não conhecem meu cuecão da sorte. Ou azar, pois basta usá-lo e parece que viro um Deus grego.
Mas que é um baita vexame, é.
Algumas vezes tiro junto com a calça, e o sarro só vem depois.
Ridículo o sortudo...

ariadne disse...

Pq a vida é assim, uma m... :-P

Danny Reis disse...

Uma das grandes questões da humanidade!!!
Hehehehehe...