quinta-feira, 12 de abril de 2007

Será que eu ganho um processo por assédio sexual em local de trabalho se eu contar que meu chefe bateu em minha bunda, como bate nas bundas de todos os homens do escritório, e disse:
- Tudo certo, meu camarada?
Às vezes esses caras que trabalham comigo esquecem que eu sou uma dama. Já levei cada tapão nas costas que não cuspi os pulmões por um triz. Ouço cada barbaridade. Me chamam de mano, de cara, de meu, de chefia.
Confidencias tipicamente masculinas. Ouvi cada coisa.
Mas ainda me choco com isso.
- Vai bater na bunda de tua mãe, ô folgado!
- Ô, perdão, esqueci que você é você.
Posso com isso?

Um comentário:

CLICK disse...

Puts, isso é mau ! Tenho notado que até as mulheres se chamam de cara...se objetam de palavrões...coçam o saco (????) e cospem no chão!Chega no chefe logo cedo e diz: Ae, viadão, muito trampo hoje ?