terça-feira, 13 de março de 2007

Filhos, cruz credo!

Eu não sou mãe ciumenta, não sou mãe chantagista, nem mãe que soca comida no filho como se ele fosse da Somália. Não boto medo neles, não falo do homem do saco, que o pinto cai se alguém pegar, não sou dada a mentiras. Ou seja, eu sou uma mãe normal.
Às vezes rosno quando alguém fica judiando, confesso que uma vez quis dar uns petelecos numa menina que fez meu filhote sofrer, mas ele se saiu tão bem dessa sinuca de bico, ria tanto da minha pergunta - quer que a mamãe vá lá e dê uns cascudos nela, meu bem? - não me levava a sério, é claro, que ele mesmo superou e eu fiquei orgulhosa dele.
Outras vezes obrigo a comer brócilis, lentilha, verduras verde escura, mas também entendo a necessidade de um bolinho de chocolate ou meu brigadeiro de panela, o melhor do mundo. Não sou neuras assim.
Mas que tá difícil suportar a mulherada dando em cima de meu filho mais velho, ah, isso tá.

-Menina, quem é esse pitéu aí no sue orkut? - fala a amiga assanhada.
-É meu filho, sua indecente.
-Nossa Senhora, que saúde, hein?

Pois é. Todos os brócolis que ele comeu na vida estão fazendo efeito agora.

Outra amiga pedófila - porque só pedófila para olhar daquele jeito para o filho da gente- pergunta:
-Quando é que ele chega mesmo aqui?
-Semana que vem.
-Humm, não esquece de me avisar, tá?
-Pra quê? - já lançando aquele olhar de eu corto teu pinguelo fora com alicate de unha.
-
Ah, pra falar um oi, para dar um abraço, um beijo, um apertão, uns malhos, uns trancos, trocar saliva...
-ELE É MENOR DE IDADE, SUA TARADA!
-Mas já já faz dezoito - me responde, faceira, aquele jeito de gordo olhando vitrine de doceria.
- Vai se catar, ô véia, deixa ele namorar as menininhas da idade dele!
- Mas o que que tem? Logo você que adora um homem mais novo criando empecilho? Deixa ele experimentar as delícias de uma mulher mais velha!

Minha cara era de cu de anú.
Uma vontade de pegar pelo pescoço. Confesso que uma dia peguei mesmo. Morri de remorso depois, mas na hora eu peguei pra valer, tive que pedir mil desculpas, aquelas coisas.

Aí eu fico pensando. Será que a maluca sou eu?
Porque eu não tenho ciúme de meus filhos com as menininhas, ao contrário, acho que tem mais que viver mesmo. Aliás, nem com as outras coroas da vida, as desconhecidas, as outras. Mas quando as minhas amigas ficam de assanhamento me dá uma vontade louca de...de...dar nelas. Dar mesmo!
Algumas viram eles de fraldas! Chega a ser incesto, caralho...
Ai, que merda é isso.
Bosta ter filho bonito.
A culpa é do brócolis que obriguei a comer. Vai ver que é isso. Ou desses pais que eu escolhi. Porque marido eu não sou boa de escolher não, mas pai de filho, ahh, pai de filho eu escolho a dedo, meu bem.
Agora eu te pergunto: eu sou maluca?

9 comentários:

Vivien disse...

Ah, não pode, não pode.;..amiga olhar pra filho da gente é lei: simplesmente NAO PODE.;0)
Eu não se escolher nem marido, nem pai de filho...mas fiz um filkho tao lindo.
Coitada da minha futura nora...tsc...tsc...

Anônimo disse...

Menina, você e Elisa Lucinda....que tudo! Saudades de ti...
beijo!
MáF.

Adriana disse...

Creio que eres a mae normal, pois olhar pro nossos filhos com cara de tarada, ainda mais vindo de um pseudo-amiga (porque amiga creio que nao olha assim) e foda...ai vou para de dar brocoli pro meu filho (15 anos)....
Beijinhos do outro lado do oceano

Carô disse...

Tsk, tsk... Isso me parece coisa de Sogra - aquela, legítima da piada!!! Ainda bem que ele tem uma madrinha que deixa tudo, hahahahaha :P

Zéfiro Encanado disse...

Faz bem pro moleque em estágio em navio escola.
A primeira coroa a gente nunca esquece!

Tatiana disse...

Eu sei , gente!
Mas eu preciso me acostuamr com a idéia!

Tatiana disse...

Carô,
Não é que eu não deixo.
Eu só me choco.
Só isso.

Tatiana disse...

Zéfiro,
Eu sei disso.
Se ele n~]a esquece, imagine eu! Também não esquecerei...
Fazer o que?
Somente aceitar.
Resigação total.

claudia lyra disse...

Ai, Tatiana, estou sofrendo um tanto por causa disso também. Meu menino é lindo e essa mulherada totalmente tarada. Só que meu menino não é só lindo: o besta também resolveu ter caráter.
Agora tá enrolado com uma velha e resolveu tratá-la com consideração, já que quer terminar tudo, mas não quer ser canalha. POR QUE?!?!?!? me pergunto indignada! A tal velha já teve tudo quanto é espécie de canalha na vida, ela já tá acostumada - sei porque a bixa é minha amiga de infância, um ano só mais nova do que eu, ó Deus, esse mundo tá perdido! - e logo meu filhoquinho tem que ser decente com ela?!?!?!? Não, não... não me conformo!