sexta-feira, 17 de novembro de 2006

Eu vou é falar mal!

Imagine um cara com cabelinho príncipe valente, pintado de castanho escuro.
A barba era pintada no mesmo tom.
Três unhas postiças na mão direita.
No dedinho, um anelzão.
Uma calça preta cintilante, justinha.
Uma camisa estampada a la ciganão.
Parecia mesmo um gaucho de churrascaria de fronteira. De cabelo pintado, é claro.
E, eu não sei não, se ele não fazia as sombrancelhas também.

Uma cara de cu.
Grosso, decadente e baixinho.

Um cara que diz:
-Esqueci o afinador!!
E quando ouve um músico oferecer seu afinador ( porque a besta esqueceu no Rio o dele), nem olha para o músico legalzinho.
Depois de falar no telefone, pedindo que pegassem o tal do afinador FENDER ( falando várias vezes que o afinador era fender), se dirige para o técnico de som, que não era o dono do afinador, e diz:
- Dá o afinador.
Nem olha para uma cantora idiota que ainda falou com a bicha enrustida filha da puta cheia de simpatia e muito menos para o baixista fortão otário que oferece afinador para qualquer imbecil.
E esses dois bestões trocam olhares, como quem diz: que porra é essa?
O técnico de som me olha também e leio perfeitamente os seus pensamentos.

Afinou os dois violões.

E simplesmente jogou o tal afinador na mesa.
Não. Não houve um muito obrigado. Um olhar sequer.
Naquele momento eu comecei a detestar aquela pessoa.
Uma vontade de meter as suas três unhas prostiças naquele rabo decadente de velho escroto. Uma a uma.
Enrolar o cabo que ele plugou o violão no pescoço dele e ir apertando até a tintura castanho escura da Loreal escorrer tudinho.
Pegar aquele violão sem fio, aquele que ele fica andando entre as mesas, só pra mostrar que não tem fio, como se fio fosse uma coisa terrível de se ter, e tascar na cabeça pretinha dele.
Não, meu bem, fio não é problema nessa vida. O problema nessa vida é ser brega, cafona, cretino, mal educado, fedido e bundão.
O problema dessa vida é lidar com o passado que se foi e você ne se deu conta, né?
Talento não é genético, meu filho, não é genético.
Nem boa educação.

O baixista fortão abestalhado (porque é educado com cretino brega e cafona), durante o show, derruba os cd's da bicha tingida.
No final do nosso show diz para mim:
-Tatiana, pega os cd's e os dvd's porque eu derrubei. Eu derrubei!
-Eu nunca, nunquinha nesta vida, me abaixo, levanto a bunda para pegar porra nenhuma desse bosta! E se você fizer isso, se você for arrumar os cd's desse escroto, eu juro por Deus, encho a sua cara de bolacha!!! Eu dou na tua cara se você arrumar isso! Deixe que ele mostre aquele rego enrugado para o mundo! E tem mais: eu não vou dar porra de cd nenhum pra esse merda de uma figa!

E a bicha cantou! Balançava os cabelos castanhos escuros da Loreal de um lado para o outro.
Em 1988 essa canção foi gravada na novela TiTiTi., dizia ele.
Tititi de cu é rola, seu babaca! - pensava eu.
Não sei quando a Elis gravou essa canção...
Mas ela morreu, sua besta! Já morreu! - pensava eu, aos berros - E agora, quem te grava, seu coco de cabrito?
E versões. Muitas versões de músicas internacionais. Muitas mesmo. Ele cantava feliz e sacudia aquele cabelinho, sacudia aquela mãozinho miúda ( de unhas sujas - quer dizer, as que não eram postiças) e fazia brilhar o anezinho do dedo mínimo.
E eu querendo que ele caísse e perdesse aqueles pivôs da dentadura.
E ele cantava para um bar vazio.
E eu ali, fervendo de indignação.
Vai maltratar seus músicos, seu filho da puta!
Também não te dou bola, não olho pra você, não bato palma e não grito eeeeeeeee!
E assim foi.

Meu coração pulou foi de raiva!
Ahhh, vai se fuder!!!!!!!!

17 comentários:

Taïs Reganelli disse...

se não seguro essa mulher ela arranca os cabelos dele...

Tatiana disse...

HA HA HA HA HA HA HA HA HAAHA
Taïs é testemunha de meu suplício.
E a abestada deu o cd para ele.
Eu bem que quis pegar de volta, mas ela não deixou.
Boba.
Eu pegava!

Mamy disse...

Ai, meu Deus, quem será essa bicha escrota?!?!?!? Ai, que minha cultura musical é muito curta pra eu dar nome à descrição!

Carlos disse...

Deve ser um "piolho de cú" bom nem saber nome dele, heheheh...

Bruno Ribeiro disse...

TUNAI

Anônimo disse...

isso mesmo!
Bruno não tem papas na língua

Vivien disse...

eu juro que queria ver isso....rs.....eu ia pedir pra ele tocar "dona", "coração de estudante" e outras "intocáveis",. só de sacanagem.IH....era capaz dele gostar, né?
Cabelo tingido eu ainda acredito...mas,confessa, Tati malvada...as unhas postiças foi licença poética, né?...rs

Vivien disse...

as unhas postiças FORAM licença ou FOI licença...? ih, alguem me ajude e corrija.beijos.

Tatiana disse...

Não to mentindo!
Três unhas postiças na mão direita em tom branco leitoso.
Nunca vi isso em toda minha vida. E olhe que eu já vi foi coisa!!

Tatiana disse...

acho que FOI fica mais legal.

Arnaldo disse...

A Clélia queria ir no show, pra ver a Tatiana, meio sem saber quem era o cara. Aí eu cantarolei:

Você caiu do céu, um anjo lindo que apareceu....

Ela desistiu na hora.

De fato, talento não é hereditário. Definitivamente

Sandra Maria Costa disse...

Este tal de Tunai, com toda essa falta de generosidade e fim de carreira, deveria estar tocando em puteiro de 5° categoria ( coitada das putas )

Ronaldo Faria disse...

Muita calma nessa hora... E pau no cu dele. Aliás, nem sabia que ele ainda era vivo. E nos meus milhares de CDs, creia, não tenho nenhum dele. Tatiana 10 a Zero.
Cuide-se. Beijos.
Ronaldo Faria

Ronaldo Faria disse...

Só que, pensando bem, até essa bicha pedante já tem o teu CD... E de grátis! É muita sacanagem comigo, fã de carteirinha.
Ronaldo Faria

Tatiana disse...

EU NÃO DEI CD PARA AQUELE MALUCO, DE JEITO NENHUM!!!

gika disse...

Ainda bem que não fui...ahahahaha.

sonekka disse...

não é a primeira vez que ouço alguém reclamar desse rapaz.
Também odeio esses ares de carreira consolidada