quinta-feira, 20 de julho de 2006

DIA DO AMIGO

Quando se é estrangeiro em qualquer terra são os amigos que substituem a família.
Já moro a tantos anos longe de meu povo que meu passado em terras quentes já me parece tão distante. Minha famíla aumentou com o passar do tempo.

Quantos estranhos me receberam em casa, abriram as portas do coração. quantos almoços eu filei nessa vida, meu Deus? Quantos Natais invadidos nas casas de outras famílias. E, também, quantos Natais dos desgarrados eu fiz, juntando todos os solitários, uma mesa estranha, um monte de comida diferente, nada natalina, todo mundo junto para não se sentir sozinho nestes dias tão solitários.

Quantos irmãos e irmãs tenho espalhadao neste mundo?
Nem sei...
Mas agradeço do fundo da alma por eles estarem comigo e eu nunca me sentir mais só do que posso suportar.
Meus amigos de carme e osso.
Meus amigos virtuais
Amigos só de letras e tela.
Amigos de farra.
Amigos de choro assistindo um péssimo filme e adorando!!!
Amigos de música, cachaça e boemia.
Amigos do invisível.
Amigos de sonhos.
Amigos de poesia e lirismo.
Amigos de batalha.
Amigos de luta e sangue.
Amigos sempre juntos.
Amigos sempre longe. Mas sempre amigos.
Amigos antigos.
Amigos de infância.
De agora e, espero eu, do futuro.
A vocês, meus amigos.
Muito, muito obrigada!!!

5 comentários:

Ronaldo Faria disse...

Não sei se sou seu amigo, mas eu é que agradeço a você!

Ninita disse...

Amigos distantes...mas com muitas saudades daquelas tardes ou noites passadas na casa da Angélica regadas de muita musica, os vizinhos pedindo para ela deixar a porta aberta para poderem roubar um pouquinho do nosso prazer.Aqueles que cantam não imaginam quantos amigos tem espalhados por ai,quanta alegria ou quanta tristeza já compartilharam com a gente.Aqueles que cantam tem sempre um ombro amigo a nos oferecer, quase um casamento: na alegria e na tristeza......Sou feliz por ter tido um dia conhecido alguém tão especial.

Gika disse...

A sua amizade que é um presente enorme pra mim e minha familia.
Obrigado por fazer parte da nossa vida real, virtual e musical.
Amiga como vc é "COISA RARA" hoje em dia!

Beijo grande e to esperando vc pra tomar café com bolo em casa..aindaaa..=PPP

ariadne disse...

Como amigo é coisa pra todo dia, feliz dia do amigo atrasado!!

Eu tenho vindo pouco aqui mas hoje li tudo o que estava faltando.

beijos

Márcia Nestardo disse...

Não gosto muito do termo virtual. Amizade virtual, namoro virtual... são só nomes diferentes pra amor de quem mora longe, mas o coração pula e o olho enche d'água que nem se fosse vizinho de beliche colo.
Tatiana, tenho tanto pra te contar e nem quero ouvir os conselhos que você vai dar porque eu já sei de cor o que te diria na mesma situação. Desabafos e confissões que eu só posso fazer mesmo a uma grande amiga. Você já é! Na falta do colinho, escuto tua música e fico feliz.