sexta-feira, 7 de abril de 2006

Este negócio de ter blog é interessante.
Vou lá, boto meus bofes pra fora, faço a minha catarse, xingo, choramindo, praguejo. Fico mais leve. Mas não dá pra disfarçar para aquela pessoa que você conhece e que te vê durante o dia. Ela leu!!
Marina e Dine. Eu tô bem. Já não estou mais soltando fogo pelas ventas. Passou meu momento zum zum zum.
" Zum zum zum zum zum zum Tatiana mata um"
Mas um ataque desses faz um bem pra alma. Libero, jogo pra fora e não desenvolvo uma úlcera nem um mal maior.
Até meu cachorro tá melhor. Parece que disso ele não vai morrer mas que me assustou, ah, me assustou. Passei um tempão cuidando de um rabo sanguinolento e encarar aqueles olhinhos me pedindo ajuda era de partir meu coração. Agora já está bem melhor, já roubou o lixo da cozinha, roeu o curativo, a ferida parou de sangrar, já quis até correr atrás do moço que vende gás.
O velho Mancha está de volta. Doze anos, um rabo semi-podre mas ainda tem seu charme.

10 comentários:

Marina Franco disse...

Putz, assustei mesmo. Agora tô mais tranqüila.
Olha, hoje à noite ficarei em casa, não tenho com quem deixar meu bebê. Não sei se estarei lá a hora que vc e Silo passarem para pegar o Zé, pois vou ao shopping resolver uns pepinos.

Mas vou te ligar pra dizer tudo isso, essa coisa de blog é foda mesmo. A gente acaba se expondo, falando as coisas.

Quero marcar um encontro em breve, neste findi mesmo. Tô com saudades de trocar uma idéia!

beijos e bola pra frente!

Ronaldo Faria disse...

A idade dá um certo charme às pessoas. É o caso do Mancha. Um senhor canino... Ainda bem que você melhorou. Pode ser o tal do inferno astral. Logo passa.
Cuide-se.
Não desisti do Paulinho.
Ronaldo Faria

Rômulo disse...

Fico feliz por você ter melhorado. Também estou passando por um momento semelhante. Preciso recuperar o meu ânimo para escrever.

Um abraço,

Rômulo

Anônimo disse...

Poisé, alguém falou lá atrás: "nada melhor que um dia após o outro" e tudo melhora! E teu "inferno astral" já tá passando.
Berne acho que é coisa do momento. A labradora "Myuca" por aqui tb "pegou. A cahorra "Madonna" da vizinha faleceu ontem por idade coitada e, a minha vira-latas "pitchula", vai aguentando bem os carrapatos.
Abraços, muita paz e saúde!!!
Carlos

Gika disse...

É tati, é preciso que um dia se vá, pra que outro dia amanheça!

Eva disse...

Blog, flog e afins poupam muita gente de ouvir nossas neuras, né?Daí, só lê quem quer!
Vida Longa ao Mancha!!!!
Bom fds
beijo grande

Dora W disse...

Ai, q bom, Tati.
Ainda bem q o Mancha superou isso.

Seu blog eh mt engraçado, moça!

Bjs.

Claire disse...

Ainda bem que o Mancha melhorou, tão triste ver um bichinho doente.

Pode se expor, a gente não julga. Afinal, a casa é sua, a gente que invade...rs

Beijos, tudo só tende a melhorar.

Márcia Nestardo disse...

Também estou aqui, Tatiana.
Vim trazer uns biscoitnhos pro Mancha, pra mimar ele um pouco...
E vim também pra dizer que vi uma entrevista com o Turíbio Santos, no Espaço Aberto do Chico Pinheiro e lembrei de você o tempo todo, chorando no violão.
Cuida dos seus amores, todos eles, moleques, caninos, musicais e espera pelos bons tempos, cantando e tocando violão.
Tudo se ajeita...

Moacir Caetano disse...

vida longa ao Mancha!!!
Beijos!!!