quarta-feira, 27 de outubro de 2010

O que é a música

A música é a mais assanhada entre todas as artes. Uma enxurrada de musas soprando dentro da cabeça, do corpo, da alma toda.
A música é mulher fogosa, metida, impertinente, está em todos os lugares, se infiltra entre as outras artes, mistura, sacode, alegra, enlouquece, faz estranhos darem as mãos em uma única emoção, faz chorar, faz ter vontade de gritar, de espalhar tudo que se tem dentro do peito, escorra tudo, invada as casas, suba as escadas, essa emoção linda que a música faz a gente sair.

A música é uma arte que não se pode ficar sem. A vida seria insuportável sem música.
Ninguém reclama de ir viajar e não levar a escultura da sala, aquela coisa realmente linda e espetacular, mas todo mundo quer viajar ouvindo música. Música está em todos os lugares.
Vida sem música seria muito triste.

E eu me emociono por ser uma dessas pessoas que faz música. É ela que me apresenta, me define, é ela que amacia os corações e faz com que me mostrem sempre os seus melhores aspectos.
A música faz com que as pessoas me queiram bem, mas facilmente do que se eu não fizessse nada de espetacular.
É isso, a música me torna espetacular. Um espetáculo para alegrar a alma de quem me ouve. Para que quem me ouça se sinta melhor, mais feliz, reconfortado. E é uma mistura de gratidão com desejo daquela sensação que só a música dá. A música cativa;
Quantas pessoas eu conheci por causa dela, minha madrinha de tantas amizades.
Preciso aprender a agradecer mais sobre isso.
Cantando, talvez...

2 comentários:

figbatera disse...

Muito bem, Tatiana. Viva a MÚSICA!

Bruno Ribeiro disse...

Malaca, teu disco? Cadê? Saiu? Quero comprar um e ouvir. Beijo.